Informações sobre o visto para as Ilhas Faroé

Home > ilhas Faroe > Faroe Islands Visitor Visa
 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto de Visitante

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

As Ilhas Faroé são um território autónomo do Reino da Dinamarca, formado por 18 ilhas, localizado na região do Círculo Polar Ártico, no Atlântico Norte.

O governo do arquipélago optou por não fazer parte da União Europeia, nem tampouco aderir ao Tratado de Schengen. Ainda assim, os requerimentos de entrada são os mesmos utilizados para quem deseja conhecer a Dinamarca. Portanto, o cidadão brasileiro não precisa de um visto para as Ilhas Faroé, em viagens a lazer ou a negócios, por um período de até 90 dias.

Assim, interessados em desbravar a peculiar cultura nórdica, a exuberante paisagem, composta de imponentes fiordes, lagos e cachoeiras majestosas e bucólicos vilarejos, devem ter em consideração as informações listadas abaixo, antes de começar a fazer as malas.

O que eu preciso para viajar para as Ilhas Faroé?

1) Passaporte

Você deve apresentar o seu passaporte original, com validade mínima de seis meses a contar da data de saída do espaço Schengen. Além disso, o documento precisa ter, ao menos, quatro páginas em branco para os devidos registos de entrada na Dinamarca e nas Ilhas Faroé, pelas autoridades de imigração de cada destino.

2) Bilhetes aéreos

A partir da entrada no “espaço Schengen”, o cidadão brasileiro deve apresentar o bilhete aéreo de regresso ao Brasil (ou para algum outro destino não signatário do Acordo). A data do voo não poderá estar “em aberto”. Ao chegar nas Ilhas Faroé, o itinerário de viagem deve ser confirmado, via apresentação de todas as passagens aéreas.

3) Alojamento

O cidadão brasileiro precisa comprovar que possui alojamento garantido nas Ilhas Faroé, seja através de um voucher de reserva de hotel ou via carta convite, devidamente assinada por cidadão dinamarquês ou residente legal no arquipélago, informando a disponibilidade de alojamento e o período.

4) Recursos financeiros

O turista brasileiro deve demonstrar que dispõe de recursos financeiros suficientes para arcar com todas as despesas relativas à sua permanência nas Ilhas Faroé, através da apresentação de dinheiro em espécie, cheques de viagem ou cartões de crédito internacionais.

5) Vacinas

Não é exigida a imunização prévia contra nenhuma doença específica para visitar as Ilhas Faroé. Entretanto, alguns países europeus solicitam a vacinação contra a febre amarela, com dez dias de antecedência à data de embarque, além do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP). É pertinente verificar a regra aplicada pelo país por onde você fará a conexão.

6) Seguro de saúde

É obrigatória a contratação de uma apólice de seguro de viagem internacional, no valor mínimo de 30 mil euros, para cobrir eventuais despesas médicas, internações hospitalares, exames, repatriação sanitária e emergências de saúde nas Ilhas Faroé.

Assistência consular

Em caso de qualquer necessidade de assistência consular, o cidadão brasileiro deve entrar em contacto ou dirigir-se à Embaixada do Brasil em Copenhaga, a capital da Dinamarca.

Esta página foi útil?

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós