Tire agora o seu visto de turismo para Angola online

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: eVisa on Arrival

Em março de 2018, o Escritório de Migração e Serviços Estrangeiros de Angola começou a emitir eVisas ao chegar para cidadãos de 61 países. O processo de pré-registro de visto é muito simples e 100% online. Após a solicitação ser enviada e aceita, o solicitante irar receber um recibo eletrônico, que deve ser impresso e mostrado no escritório de imigração ao chegar. Sim, é simples assim.

O sistema de Visto Eletrônico ao chegar é um método online de solicitação de vistos de qualquer lugar do mundo. Uma das vantagens deste sistema para o viajante é que o visto pode ser solicitado de maneira rápida pela internet a qualquer momento, de qualquer lugar e o pagamento é feito na hora no momento da solicitação.

Documentos necessários para o processo
  • Um passaporte com pelo menos 4 páginas em branco e validade mínima de um ano.

  • Uma foto recente com fundo branco

  • Certificado de vacinação contra febre amarela

  • Reserva do hotel e/ou prova de acomodação

  • Prova de saldo suficiente (200 dólares por dia de estadia)

  • Reserva do bilhete de volta

  • Um cartão de crédito/débito ou conta do PayPal

Instruções importantes

Observação: O custo do eVisa angolano de turista ao chegar é de 120 dólares que deve ser pago ao chegar.

  • O eVisa angolano ao chegar é válido por 30 dias após a chegada. No entanto, a estadia máxima permitida em Angola é de 30 dias no total.

  • O eVisa angolano ao chegar é válido para fins de negócios.

  • Você deve possuir um passaporte válido com pelo menos 4 páginas em branco e validade mínima de um ano.

  • Ao chegar em Angola, você deve apresentar seu passaporte juntamente com o recibo eletrônico e todos os outros documentos que utilizou na solicitação.

  • Uma comprovação das acomodações é necessária para se obter o documento de viagem. As datas neste documento DEVEM seri iguais às datas de viagem selecionadas na solicitação. Este é um requisito pedido pelo governo para emitir um documento de viagem.

O eVisa angolano ao chegar está disponível apenas para viajantes que planejam entrar em Angola pelos seguintes portos:

  • Aeroporto Quatro de Fevereiro (Luanda)

  • Aeroporto de Lubango

  • Massabi (Fronteira com a República do Congo)

  • Luau (Fronteira com a República Democrática do Congo)

  • Curoca (Fronteira com a Namíbia)

  • Calai (Fronteira com a Namíbia)

  • Katwitwi (Fronteira com a Namíbia)

O eVisa angolano ao chegar (autorização de pouso) não fornece o direito automático de entrada no país. O Escritório de Imigração pode parar qualquer pessoa no ponto de entrada, se tal pessoa for considerada incapaz de atender aos requisitos de imigração ou se sua presença no país for contrária aos interesses nacionais ou de segurança.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós

Perguntas Frequentes

O eVisa angolano de turista ao chegar é um documento de viagem oficial que os estrangeiros precisam para entrarem na República de Angola em visitas recreativas, esportivas ou culturais.

Os seguintes documentos são necessários para enviar sua solicitação:

  • Um passaporte válido por no mínimo um ano e com pelo menos 4 páginas em branco

  • Uma foto recente com fundo branco

  • Cartão de vacinação contra febre amarela

  • Reserva do hotel ou prova de acomodação

  • Prova de meios de subsistência (200 dólares por dia de estadia)

  • Reserva de bilhete de volta

  • Um cartão de débito/crédito ou uma conta do PayPal

O Visto angolano de turista custa 120 dólares que devem ser pagos ao chegar.

Além disso, nós cobramos uma taxa de serviço para processar o seu visto de acordo com o método de processamento que você escolher:

  • Processamento padrão: EUR 26.48

  • Processamento expresso: EUR 52.96

  • Processamento super expresso: EUR 79.43

Ele é válido por 30 dias após a chegada. No entanto, a estadia máxima permitida é de 30 dias no total.
Seu documento de viagem deve ser válido por pelo menos um ano após o vencimento do seu eVisa e possuir pelo menos 4 páginas em branco.

Isso depende do tempo de processamento que você escolher.

Nós oferecemos três opções:

  • Processamento padrão: 6 dias úteis

  • Processamento expresso: 4 dias úteis

  • Processamento super expresso: 2 dias úteis

Não, nós não podemos alterar ou modificar qualquer detalhe no e-Visa após ele ser emitido. Se você, entretanto, perceber que cometeu um erro antes de seu visto ser emitido, entre em contato conosco o mais rápido possível por chat online ou e-mail para help@ivisa.com.
A estadia máxima permitida é de 30 dias no total.
O eVisa angolano de turista ao chegar permite entrar várias vezes no país.
Sim, o período de estadia do eVisa angolano de turista ao chegar pode ser estendido por 30 dias. No entanto, você precisa entrar em contato com uma missão diplomática ou consular angolana para isso.
Não. É proibido qualquer trabalho ou atividade remunerada com o eVisa angolano de turista ao chegar.
Cidadãos de 60 países: Alemanha, Argélia, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Brasil, Bulgária, Canadá, Chile, China, Chipre, Cidade do Vaticano, Coreia do Sul, Croácia, Cuba, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Índia, Indonésia, Irlanda do Norte, Irlanda, Islândia, Israel, Itália, Japão, Lesoto, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Madagascar, Malawi, Malta, Marrocos, Mônaco, Noruega, Nova Zelândia, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia, Rússia, São Tomé e Príncipe, Suazilândia, Suécia, Suíça, Timor-Leste, Uruguai, Venezuela são elegíveis para solicitar um eVisa angolano de turista ao chegar.
Você pode entrar em Angola através dos Aeroportos de Luanda (4 de Fevereiro) e Lubango Mukanka e das fronteiras de Lual, Santa Clara, Calai, Katwitwi e Massabi.
Ao chegar em Angola, você precisará apresentar seu passaporte juntamente com sua Carta de Autorização do eVisa e todos os outros documentos que utilizou na solicitação.

Se o viajante partir de um país com riscos de transmissão de febre amarela, será necessário apresentar um cartão de vacina contra a febre amarela.

Para mais informações, clique no link a seguir:

https://www.who.int/ith/ITH_Annex_I.pdf

Localizada no sudoeste do continente africano, a República de Angola é a escolha perfeita para os viajantes que desejam um lugar diferente para passarem as férias. O país possui várias praias desertas e grande riqueza cultural. É o sétimo maior país na África e a língua oficial é o português. O oeste é banhado pelo Oceano Atlântico. Suas fronteiras são: Namibia e Botswana no sul, a República do Congo no norte, a República Democrática do Congo no norte e leste e a Zâmbia no oeste.

Angola tem ecossistemas ricos e variados, com uma densa floresta tropical no norte, uma costa temperada, seu interior tem uma cadeia de montanhas a mais de 2500 metros acima do nível do mar e savanas no sul e sudeste. A montanha mais alta na Angola é o Morro de Moco, com uma altitude de 2620 metros. Por todo o país, existe uma variedade impressionante de paisagens esperando que viajantes curiosos as explorem. A capital, Luanda, fica localizada na costa atlântica do país.

Ela é a maior cidade de Angola, e é separada em duas partes principais: a Baixa de Luanda e a Cidade Alta. Devido à explosão do petróleo no país nos últimos vinte anos, a cidade tem sofrido uma transformação. No entanto, a cidade ainda possui seu charme graças à arquitetura portuguesa, à vida noturna intensa à beira-mar, aos monumentos históricos e aos subúrbios no alto das colinas. Além dos locais históricos, existem outras atrações nos arredores de Luanda,

como o Parque Nacional de Kissama, as Cachoeiras de Kalandula e a Ilha do Mussulo. As cachoeiras no rio Lucala, em Kalandula, são as segunda ou terceira mais altas da África. Independentemente da posição, com 105m de altura e cerca de 400m de largura, elas são espetaculares e definitivamente valem o esforço para serem vistas. Como seus 1.600 km de costa, não é surpresa que Angola tenha muitas praias impressionantes. Se você gosta de surfar, é dito que o Cabo Ledo possui as maiores ondas canhotas no mundo, com a crista chegando a mais de 500m. Se você procura um ambiente mais calmo, vá até Sangano para encontrar uma praia de areia branca e limpa, com barcos de pesca e vista para a cidade local. Outra opção não muito longe da capital é a Praia dos Naufrágios, onde você pode tirar fotos artísticas maravilhosas dos restos enferrujados de navios-tanque, cargueiros e pesqueiros. A cultura de Angola é influenciada por diferentes etnias além da portugesa.

As que mais destacam são a Bantu, Ovimbundu, Mbundu, Bakongo e Chokwe. Angola é o lar de uma variada cultura indígena e musical. Na província do Namibe, os viajantes podem interagir com as pessoas de cabelos topiários da tribo Nhaneca-Humbe, onde você também pode visitar as pinturas rupestres em Tchitundo-Hulo. Se você for mais corajoso, pode se misturar à tribo Tchokwe nas províncias de Lunda, onde as máscaras de rituais são tão importantes que se tornaram itens de colecionador. O festival anual de jazz, juntamente com o Luanda Blue Fest, é um dos destaques culturais da cidade e que está rapidamente se tornando um elemento importante no calendário social, atraindo estrelas nacionais e internacionais de música, nos estilos hip-hop e kuduru.

Angola é muito conhecida pelo Kizomba, um estilo de dança Zouk muito sensual, um gênero que combina letras românticas em português e ritmos africanos. kNo entanto, o Kizomba ainda é um estilo de dança relativamente novo, mas que vem se tornando popular nos últimos anos popular, a ponto de atualmente ser o estilo de dança nacional não oficial de Angola.