Em destaque na

Visto eVisitor australiano

iVisa.com provides expedited processing and guidance for any visa application since 2013. We are not affiliated with any Government Department.

A visa is required. We can assist in processing this document.

Tipo de visto Custo do visto Service Fee Number of Entries Processing Time
eVisitor
Custo do visto USD 0.00
Service Fee USD 20.00
Number of Entries Multiple
Processing Time 48 hours
Solicitar agora

How to Apply: eVisitor

Preencha a solicitação pela internet

Complete o nosso fácil pagamento on-line com cartão de crédito ou Paypal

Receive document via email

No need to deal with the embassy. We do it for you so you don't lose valuable time

Digite o destino

Apresente seu passaporte e a documentação que nós fornecemos quando você chegar

Solicitar agora

Saiba mais: eVisitor

Em breve, mais informações!

Use a nossa ferramenta Calculadora de Vistos

Calcular o custo do visto antes de solicitar

Depoimentos

Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós

Perguntas frequentes

O visto eVisitor é um novo visto de viagem disponível para titulares de passaportes da União Europeia que desejam visitar a Austrália. É desenvolvido para simplificar o sistema de solicitação de visto para viajantes da UE.

IMPORTANTE: você deve estar fora da Austrália ao solicitar o visto. É aconselhável que faça as preparações da viagem após receber seu e-Visa.

O eVisitor australiano é gratuito. O iVisa cobra uma taxa de serviço que varia de acordo com o tempo de processamento selecionado:

  1. Processamento padrão – 20 dólares: 6 dias úteis.
  2. Processamento expresso - 30 dólares: 4 dias úteis.
  3. Processamento super expresso - 50 dólares: 2 dias úteis

Isso depende do método de processamento que você escolher. Nós oferecemos três opções:

  1. Processamento padrão: 6 dias úteis.
  2. Processamento expresso: 4 dias úteis.
  3. Processamento super expresso: 2 dias úteis

A validade do eVisitor australiano se inicia do dia em que ele é aprovado. É um visto que permite entrar no país várias vezes, válido por 12 meses. Isso quer dizer que você pode entrar na Austrália quantas vezes quiser dentro desse período, com estadia máxima de 3 meses em cada visita.

Os viajantes devem possuir um passaporte válido por pelo menos 6 meses a partir da data de chegada para solicitar um eVisitor australiano.

Os seguintes países são elegíveis para o eVisitor australiano: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Cidade do Vaticano, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Islândia, Itália, Letónia, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Mónaco, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, Reino Unido - Cidadão Britânico, República Checa, República de San Marino, República Eslovaca, Roménia, Suécia, Suíça.

Existem 4 condições que todos os solicitantes devem atender:

  1. Atividade de visitante de negócios: Isso quer dizer que não é permitido que você se envolva em nenhum trabalho além de um visitante de negócios enquanto estiver na Austrália.
  2. Máximo de três meses de estudo: Enquanto estiver na Austrália, o viajante não pode participar, por mais de três meses, em nenhuma atividade relativa a estudos ou treinamentos.
  3. Livre de tuberculose: O titular do visto não deve possuir tuberculose no momento da viagem ou da entrada na Austrália.
  4. Sem condenação criminal: O titular não pode possuir nenhuma condenação criminal, he visa holder cannot have any criminal convictions, for which the sentence (whether served or not) is for a total period of 12 months or more, at the time of travel to, and entry into Australia.

A estadia máxima permitida é de 3 meses por visita, mas o visto eVisitor em si vale por 12 meses.

Você não pode ficar na Austrália mais tempo ao estender seu eVisitor. Você deve solicitar um novo visto se deseja ficar mais tempo.

O seu eVisitor lhe permite viajar para fins de turismo e negócios. Se você estiver viajando como turista, este visto permite que você faça um cruzeiro, passe férias visitando sua família ou amigos. Se você estiver viajando a negócios, este visto permite fazer consultas gerais de negócios ou de emprego, investigar, negociar, celebrar ou revisar um contrato comercial, conduzir atividades como parte de uma visita oficial do governo, participar de uma conferência, feira comercial ou seminário, desde que os organizadores não se ofereçam para pagar a sua viagem.

Você pode estudar por até 3 meses consecutivos no total com esse visto. Se sua razão principal para viajar para a Austrália for estudar, um visto de estudante deve ser mais apropriado.

No geral, não se pode trabalhar com um eVisitor australiano. No entanto, você pode conseguir trabalhar como voluntário se:

  • Seu motivo principal ao visitar a Austrália é turismo e o trabalho voluntário é relacionado.
  • O trabalho é genuinamente voluntário e você não está sendo pago por isso, fora refeições e acomodação.
  • O trabalho não seria feito em troca de salário por um residente australiano.

Se você possuir antecedentes criminais, precisará entrar em contato com a embaixada australiana local para solicitar um visto.

A Austrália é um país que tem atraído cada vez mais brasileiros, tanto os que desejam apenas fazer turismo, quanto os que querem estudar ou imigrar para lá. O motivo pelo qual esse país é tão popular é porque ele possui um clima muito semelhante ao do Brasil, com verões quentes e invernos amenos. Além de lindas paisagens naturais que deixam qualquer pessoa encantada. O que acaba sendo um fator que desanima as pessoas que tentam imigrar para esse país é eles possuírem uma forte política contra imigrantes. O país tem um governo conservador e, consequentemente, isso reflete-se nas políticas de imigração. Antigamente, era comum que chegassem barcos à costa australiana com imigrantes vindos do Sri Lanka, Afeganistão e Médio Oriente, e muitos deles acabavam naufragando antes de chegar à Austrália. Atualmente, com a política “tolerância zero” do governo em relação à imigração ilegal e depois de as embarcações começaram a ser rejeitadas sistematicamente, esse fluxo começou a diminuir. Essa política é tão rigorosa que mesmo quando o pedido de refúgio é bem fundamentado ele costuma ser negado, e as pessoas são enviadas para campos de retenção em Nauru ou Papua Nova Guiné. Muitos governantes de extrema-direita de países da Europa e dos Estados Unidos consideram as políticas anti-imigração australianas um exemplo, e desejam que ela seja adotada nos seus países. A única diferença é que a Austrália é uma ilha, e essas políticas dificilmente funcionariam em países que têm fronteiras terrestres. Quem deseja conhecer a Austrália pode recorrer ao visto eVisitor, através do qual o visitante pode permanecer na Austrália por até 90 dias de cada vez. Este documento é válido por até um ano e permite que os viajantes entrem quantas vezes quiserem no país durante o prazo de validade. Este visto deve ser requerido por quem pretende visitar o país a turismo ou a negócios, pois ele não dá o direito para que o visitante possa trabalhar na Austrália. Uma das vantagens dele é que a resposta com relação ao seu processo normalmente é muito rápida, e a maior parte dos candidatos obtém a aprovação em um dia. A má notícia é que ele somente está disponível para quem possui passaporte europeu. Então, quem tem apenas o passaporte brasileiro não tem tanta facilidade. Os brasileiros devem requerer um visto de turismo para o país através do site da embaixada da Austrália. Ele é concedido para a estadia até 3 meses e também não permite que o visitante trabalhe no país. Para iniciar o seu pedido de visto de turismo para a Austrália, primeiramente, você deve efetuar o preenchimento de um formulário online, através do site da embaixada do país. Depois de responder a inúmeras perguntas, você deverá enviar o formulário e pagar uma taxa através do seu cartão de crédito. Depois disso, é só anexar os documentos que deseja e acompanhar o andamento do pedido. Além dos documentos que devem ser anexados, como o passaporte, a embaixada sugere alguns opcionais, como carta do empregador e comprovativo de matrícula na universidade, pois isso ajuda a comprovar que você tem vínculos com o Brasil. Afinal, quanto mais vínculos você puder comprovar que tem com o Brasil, menores serão as suas intenções de querer permanecer na Austrália mais tempo do que o devido, o que melhora as suas possibilidades de o visto ser aprovado. Se você está interessado em ir para a Austrália para estudar, o seu caminho será um pouco mais complicado, a não ser que pretenda ficar lá por menos de 12 semanas e sem a opção de trabalho. Se esse não for o seu caso, você terá de pedir um outro tipo de visto, com duração correspondente ao período do curso, e com direito a mais um ou dois meses de permanência no país. Os estudantes também podem trabalhar durante a vigência do visto por até 20 horas semanais. Já se o que você deseja é um visto de trabalho para a Austrália, o seu caminho não será nada fácil, pois as leis para imigrar para esse país são bastante rígidas. O que acontece é que, a cada seis meses, o governo do país divulga uma lista de profissões qualificadas que estão em falta por lá, e por isso é necessário ter formação e experiência na área para imigrar. O tipo de visto, normalmente, depende da natureza da atividade que será exercida, como, por exemplo, se ele é temporário ou permanente, e se é destinado a profissionais autónomos ou para quem deseja trabalhar em uma empresa do país. Não é preciso referir que para conseguir imigrar para esse país o inglês fluente é necessário. Por isso, tenha em atenção a sua qualificação antes de tentar imigrar, e, se possível, faça um intercâmbio para lá antes, para que tenha a certeza de que é isso que realmente deseja. Além disso, antes de apostar todas as suas fichas em um visto australiano de trabalho, é importante também que tenha um plano B, pois assim poderá ter outra estratégia caso os seus planos de embarcar para a Austrália não deem certo. O sonho de muitos brasileiros é viver nesse país, mas quem vai para lá enfrenta também muitas dificuldades. Afinal, imigrar não é uma decisão fácil. Uma das principais dificuldades é a distância da família, já que esse país é praticamente do outro lado do oceano. A adaptação à cultura também não é nada fácil, pois os australianos alimentam-se muito à base de comida rápida e têm um outro ritmo de vida. O facto de não serem tão amigáveis quanto os brasileiros também acaba fazendo com que muitos dos que vão tentar a vida por lá acabem fazendo mais amizades com latinos do que com os locais. Mas, como você provavelmente vai viajar para lá a turismo, existem boas hipóteses de que consiga o seu visto de maneira fácil. Qualquer dúvida, entre em contato connosco. Teremos todo o prazer em ajudar-lhe a fazer a melhor viagem possível.

Um e-Visa é um documento oficial que permite e entrada e a viagem dentro de certo país. O e-Visa é uma alternativa aos vistos emitidos nos portos de entrada ou as visitas a uma embaixada/consulado para obter um visto de papel tradicional. e-Visas são vinculados eletronicamente ao passaporte do viajante.

Nosso serviço começa com informação. Você pode usar nossa ferramenta de requerimento de visto atualizada para pesquisar se precisa de um visto. Simplesmente basta informar de onde você é e para onde está indo. Baseado nessa informação, nós diremos quanto custa o visto, o número de entradas que ele permite, a data de início e daremos um curso de ação, como solicitar direto no nosso site!

O melhor lugar de descobrir essa informação é na nossa ferramenta de requerimento de visto. Cada país possui regras de entrada e taxas de visto diferentes. Se está com pressa, também pode solicitar pela internet e o formulário fornecerá essa informação.

Isso depende do país que está emitindo o visto. Para muitos países, como a ETA australiana e o e-Visa turco, o processo pode ser feito em 15 min através do nosso serviço super expresso. Para outros países, como o visto de turista indiano, o processo normalmente leva 24 horas. O tempo exato pode ser visto no formulário de solicitação. O que nós garantimos é que sua aplicação com o iVisa será a mais rápida de todas possíveis.

O documento deve ser impresso em uma folha branca de papel A4. Impressões em dupla face ou reduzidas não serão aceitas.

Nós ajudamos a conseguir seu visto de viagem da maneira mais simples e rápida possível. Através do formulário pela internet fácil de usar e um serviço mundial de atendimento ao consumidor 24 horas, nós fazemos todo o processo do visto ser rápido e simples! Nós também usamos as melhores práticas na hora de proteger os seus dados e seu cartão de crédito.

O iVisa oferece dois tipos de visto: vistos eletrônicos (e-Visas) e vistos tradicionais de papel, dependendo do seu destino. Além disso, nós também oferecemos os seguintes serviços/documentos que são exigidos por certos países: ETA (autorização eletrônica de viagem), cartões turísticos, formulário de pré-registro/aprovação do Visto ao Chegar, cartas convite de turismo e serviço de registro de embaixadas.

  1. Selecione o país para o qual você está pedindo o visto
  2. Selecione o tipo de visto e leia as instruções com cuidado.
  3. Selecione solicitar agora
  4. Preencha o formulário de solicitação.
  5. Pague com um cartão Visa, Mastercard ou outro cartão de débito.
  6. Aguarde a aprovação por e-mail, baixe e imprima o e-Visa da pela sua conta.
  7. Apresente seu e-Visa impresso ao oficial de imigração no porto de entrada.

Note que a maioria dos países oferecem a possibilidade de processar um visto de viagem sem uma taxa de serviço. A razão principal pela qual nós processamos milhares de vistos de viagem por mês é que nós economizamos seu tempo e frustração. Nosso serviço inclui um site e formulário de solicitação fáceis de usar. É muito mais fácil processar sua aplicação conosco, especialmente para usuários de dispositivos móveis e grandes grupos. Nós enviamos o visto dias antes da viagem para todos nossos clientes. Isso ajuda especialmente aqueles passageiros que compram o visto com meses de antecedência. Nós também possuímos um serviço de atendimento ao consumidor 24 horas com profissionais residentes nos Estados Unidos e que falam inglês. Nós aceitamos várias moedas e nosso site pode ser traduzido em mais de 20 idiomas. Nós acreditamos que nossa taxa vale seu tempo e a sanidade, mas lembre-se que todos governos possuem seu próprio serviço “grátis”.

Se você já realizou a solicitação no nosso site, por favor entre na sua conta e procure seu pedido/solicitação. Uma conta é gerada automaticamente após o pagamento ser recebido. Clique no link no seu e-mail de confirmação para definir uma senha ou visite a página de acesso para configurar sua senha e entrar na sua conta. Perceba que na maioria dos casos seu visto será entregue por e-mail e pode ser encontrado na sua conta após entrar nela.

Se sua solicitação para o visto não for aprovada pela agência do governo, nós garantimos um reembolso integral. Se, por qualquer razão, você não estiver satisfeito com nosso serviço, por favor entre em contato conosco via chat e nós forneceremos um reembolso da sua taxa de serviço. Se for cometido um erro na sua solicitação, nós processaremos seu visto novamente sem nenhum custo adicional. Por favor, saiba que os reembolsos são feitos no próprio cartão de crédito utilizado.

Se nós não processamos seu visto ainda, as alterações podem ser feitas sem problema. Nós também verificamos se existem erros nas suas informações. Se você já processou seu visto e nós enviamos sua solicitação para a agência apropriada do governo, vai depender se ela permitirá ou não a alteração. Por favor, entre em contato conosco imediatamente (de preferência através do chat) se perceber um erro na sua solicitação.

Alguns países podem exigir uma prova de vacinação contra febre amarela se estiver chegando de um país com risco dessa doença. Você pode ver mais informações aqui: https://wwwnc.cdc.gov/travel/destinations/list É de responsabilidade própria do passageiro verificar essas regulamentações antes de viajar para o país escolhido.

Para baixar sua fatura, entre na sua conta e baixe ela diretamente de lá.

Você pode imprimir novamente seu e-Visa na sua conta de e-mail. De maneira alternativa, é possível recuperar e reimprimir seu e-Visa na sua conta iVisa.

Sim. O sistema do iVisa não mantém a informação do seu cartão de crédito depois da transação ser processada.

Todos os vistos garantem permissão para o viajante chegar no porto de entrada do país. Se a sua entrada vai ser permitida ou não será a critério do oficial de imigração no ponto de entrada.

Se a sua solicitação ainda não foi submetida para processamento, você receberá um reembolso total. No entanto, se sua solicitação já foi enviada, nós não seremos capazes de fornecer um reembolso.

Quando o visto precisa ser enviado para você, os tempos de processamento não incluem o tempo de envio. Ele é o tempo de quando recebemos a solicitação até conseguir a aprovação. A maioria dos vistos (e-Visas) não enviados por e-mail após aprovados, então não existe tempo de envio.

Não, nós não somos afiliados a nenhuma agência governamental. Nós somos uma empresa privada especializada em processar vistos de viagem para viajantes ao redor do mundo.

Infelizmente, nós não somos capazes, uma vez que as agências governamentais não nos informam o(s) motivo(s) por trás da decisão.

Se seu visto não for aprovado, nós recomendamos que você entre em contato com a embaixada/consulado mais próximo para mais informações sobre suas opções.

Nós aceitamos Visa, Mastercard, American Express e PayPal.

Todos os cidadãos desses territórios solicitando através do nosso site terão sua solicitação processada com a nacionalidade/cidadania especificada em seu passaporte. Por exemplo, um viajante de Porto Rico irá ter seu pedido processado com nacionalidade americana. Isso não se aplicada a viajantes sob a categoria BOTC (cidadão britânico em territórios ultramarinos) de acordo com o Ato de Territórios Ultramarinos Britânico de 2002.

Need Help?