Visto Schengen para a Bélgica: o documento é necessário para brasileiros?

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto para Schengen

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

A Bélgica é um dos mais belos países da Europa, e sua rica história e cultura, além das paisagens estonteantes, atraem milhares de viajantes todos os anos. Descubra neste artigo se é necessário que brasileiros consigam um visto Schengen para a Bélgica

É necessário que brasileiros tenham um visto Schengen para viajar para a Bélgica?

Brasileiros não precisam de um visto Schengen para a Bélgica, pois o país faz parte da União Europeia e não é necessário ter essa documentação para viajar para qualquer um dos 28 Estados-membros do bloco europeu. O prazo para que os brasileiros possam passear pelos países europeus sem visto é de até 90 dias dentro de um período de 180 dias, ou seja, após esgotados os 3 meses, o visitante deverá deixar a União Europeia por, pelo menos, 6 meses. A Bélgica é um dos locais preferidos dos visitantes na Europa, seja pela sua tradição em fabricar boas cervejas, por ter uma das melhores batatas fritas do mundo ou por contar com locais pitorescos e românticos como Bruges.

Quais são os documentos necessários para entrar na Bélgica?

O visitante que planeia visitar a Bélgica deve levar em conta que certos documentos são necessários para a entrada no país, e eles devem seguir certas regras, conforme listado a seguir:

  • Passaporte com, pelo menos, 3 meses de validade depois da data em que for embora do país, e duas páginas em branco.
  • Passagem de ida e volta.
  • Comprovativo da hospedagem ou carta convite da pessoa que lhe vai hospedar no país. Esses documentos podem ou não ser requisitados durante a sua entrada no país, com exceção do passaporte, que é sempre necessário. É muito importante levar todos esses documentos, para que não seja apanhado desprevenido. Além disso, o oficial da imigração pode vir a fazer algumas perguntas para você sobre o propósito de estar visitando o país, quanto tempo pretende ficar e sobre o local em que vai ficar hospedado, então esteja preparado. Para outras informações sobre os documentos necessários para entrar na Bélgica, aceda a este link para que possam tirar todas as suas dúvidas.

    Prepare-se para uma mudança nas regras de entrada na União Europeia

    A partir de 2021, as regras para a entrada de brasileiros em solo europeu vão mudar e será necessário pedir uma autorização online para viajar para os países que fazem parte da União Europeia. Você deverá então pagar cerca de USD 8.00 para pedir essa Autorização de Viagem, conhecida por ETIAS, que será válida por três anos. O objetivo é que os dados dos passageiros sejam cruzados de forma mais fácil entre aeroportos, para que assim seja possível evitar que pessoas que ponham em risco a segurança ou que tenha histórico de imigração ilegal entrem no país.

    Viaje para a Bélgica sem qualquer preocupação

    Não é necessário ter um visto para a Bélgica, pois os brasileiros podem entrar no país sem visto por até 90 dias. Para mais informações sobre a burocracia envolvida em uma viagem para este país, aceda ao seguinte link.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós

Perguntas Frequentes

A Bélgica pode parecer uma incógnita para potenciais turistas, mas não tem nada a ver com fracas opções de turismo no país. A verdade é que a Bélgica tem vizinhos que são muito mais procurados pelos visitantes. Estamos falando da França, Alemanha e Holanda. Esses três países aparecem frequentemente nas listas dos mais visitados da Europa. Então, onde é que a Bélgica fica em relação ao que diz respeito à qualidade do país para turistas? A melhor forma de explicar isso é dizendo que a Bélgica é excelente para turistas. Para começar, trata-se de um país pequeno, são cerca de 30 mil quilómetros de território. Você basicamente pode conhecer o país inteiro andando de comboio. Há também diversos tipos de promoções para quem vai viajar de comboio, o que já mostra o nível de incentivo que o país oferece aos turistas. Na verdade, os comboios são tão importantes na Bélgica que você pode encontrar um museu dos comboios do mundo, Train World, na cidade de Bruxelas. As pessoas que querem fazer roteiros especiais, visitando as cidades mais importantes, certamente vão conseguir algum preço com desconto. Um facto interessante sobre a Bélgica é que a banda desenhada (quadradinhos) é bastante importante. Diferente do que muitos podem imaginar, os Estados Unidos da América não são o lar da banda desenhada. Esse título foi concedido a Bruxelas, que é chamada de capital mundial da banda desenhada. O Comic Arts Museum é um museu especial que mostra um pouco da história de algumas personagens importantes da banda desenhada belga, como Tintin e os Smurfs. Mas não para por aqui. O MOOF (Museum of Original Figurines) é um museu que conta com itens em tamanho real de quadradinhos, sejam estátuas ou figurinhas. O mais interessante é a Comic Strip Trail, que leva para as ruas grandes painéis que retratam as histórias das principais personagens das histórias de banda desenhada. É um lugar perfeito para tirar boas fotografias. Como já mencionamos, talvez tenha apanhado você de surpresa, mas Tintin é uma personagem belga. Não é preciso dizer que a personagem é uma figura importante no país. Você pode encontrar lugares como o Prédio do Tintin ou a Boutique do Tintin, entre outras atrações que fazem alusão à personagem. O que provavelmente não lhe apanhará de surpresa é o facto de a culinária belga ser uma das grandes atrações no país. Os amantes do chocolate vão divertir-se no país. Nas principais cidades, é possível encontrar eventos como workshops do chocolate e similares. Além disso, em praticamente cada quarteirão é possível encontrar uma loja especializada em chocolate. O cheiro dessas lojas invade as ruas e não poderia ser mais agradável. Além do chocolate, os waffles são bastante populares, é possível e nem chega a ser incomum encontrar aulas de como fazer waffles no país. As batatas fritas na praça também fazem sucesso no país e são um ótimo pedido. Pessoas que estão de dieta vão ter de abrir uma exceção quando estiverem na Bélgica. É simplesmente impossível ignorar todas as opções culinárias que o país tem para oferecer. É melhor esquecer a paranoia no que diz respeito a ganhar alguns quilos extras, pois você vai amar a comida do país. Já que estamos falando de comida, é um bom momento para falar sobre a cerveja. O chocolate belga é bastante famoso, mas é a cerveja que realmente se sobressai. Há cervejarias espalhadas pelo país que oferecem tours aos visitantes. Nessas tours, são feitas degustações e outras atividades muito interessantes para grupos. Há alguns lugares que contam com mais de 400 tipos de cerveja oferecidos ao público! Você já deve ter entendido que a Bélgica é um paraíso para quem gosta de comida e bebida, mas não só de culinária vive o turismo belga. Ou seja, não só de comida e bebida vive a Bélgica. Há inúmeros pontos turísticos que vão entreter os visitantes. A cidade de Bruges, por exemplo, é considerada património da humanidade pela UNESCO. O motivo para a cidade ter recebido esse título é a riqueza cultural que a mesma apresenta. Bruges é considerada a capital europeia da cultura e esse título não veio por acaso. São vários museus, teatros e artistas espalhados pelas ruas da cidade. Outra coisa que chama a atenção é a arquitetura da cidade em estilo medieval. Os detalhes são tão bem feitos que parecem irreais. Entretanto, nem tudo são atrações para os turistas. A Bélgica, no geral, não é um país barato de se visitar. Alguns turistas podem estar esperando valores mais acessíveis por se tratar de um lugar que está longe de fazer concorrência com os países próximos. Mas a realidade pode surpreender. É difícil passar um dia inteiro gastando menos de 50 euros. Outro problema é que os idiomas oficiais são o flamengo e o alemão, ambos bem diferentes do inglês. Ainda assim, não é tão difícil encontrar pessoas que falam inglês, por se tratar de um país que abraça o turismo. O futebol é o desporto mais popular, e ir até os estádios e assistir a uma partida pode ser uma experiência incrível. O clima é convidativo, normalmente é fresco na maior parte do ano. As temperaturas médias variam entre 7ºC e 25ºC. Apesar de ser um país que lutou para conseguir a independência dos Países Baixos, não existe na Bélgica um nacionalismo agressivo que repele pessoas de outros povos ou agride os turistas do mundo. A população é considerada relativamente simpática para com outras culturas. A verdade é que a Bélgica não se deixa rebaixar diante dos países vizinhos. Trata-se de um país que trata a si mesmo como um dos pontos turísticos mais importantes do mundo. Por isso, os preços são tão altos. Para aqueles que amam arquitetura, quadradinhos e culinária, a Bélgica é um prato cheio à espera de ser visitado. O único obstáculo real para os turistas é o preço. Mas, na verdade, não chega a ser um obstáculo, trata-se de um preço comum para essa região da Europa. Não espere valores mais baratos em países como a França ou a Alemanha.