Informações sobre o visto na entrada para a Maurícia

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto ao chegar

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

Oficialmente denominado “República da Maurícia”, esse pequeno país africano está localizado no Oceano Índico, a cerca de 1.000 quilómetros a leste de Madagáscar.

Maurícia tornou-se independente do Reino Unido em 1968 e também foi colónia holandesa e francesa antes da chegada dos britânicos. Em razão disso, a sua população tem origem diversificada, fala inúmeros idiomas, professa religiões variadas, tornando a sua viagem ao país uma experiência multicultural fascinante.

Além disso, as Ilhas Maurícia abrigam belíssimas praias de águas azul turquesa e areias brancas, que sustentam luxuosos resorts e restaurantes requintados, além de fauna e flora peculiares. O local é um destino perfeito, tanto para casais em lua de mel, quanto para adeptos do ecoturismo e desportos radicais, como o mergulho, vela ou surf.

O cidadão brasileiro que deseja visitar esse pequeno paraíso africano conta com a facilidade de emitir um visto na entrada para as Ilhas Maurícia. Assim, não é necessário recorrer antecipadamente a consulados ou embaixadas, preencher extensos formulários, desperdiçando tempo e dinheiro. Saiba quais são os requerimentos para obter o seu visto na entrada, logo abaixo.

O que preciso para emitir um visto de turista para as Ilhas Maurícia?

Para o cidadão brasileiro em viagem turística, é concedido o visto na entrada para as Ilhas Maurícia, que permite a estadia no país por até 90 dias, mediante a apresentação dos seguintes documentos:

1) Passaporte original e válido por 6 meses, a contar da data do desembarque no país, e contendo, ao menos, 2 páginas em branco para os devidos registos e o carimbo de entrada. Não existem taxas associadas à emissão do visto para as Ilhas Maurícia.

2) Certificado Internacional de Vacinação contra a Febre Amarela (CIVP), emitido pela Anvisa. A vacina deve ser aplicada com pelo menos 14 dias antes da data de embarque. Também é recomendada a imunização contra as seguintes doenças: hepatite dos tipos A e B, rubéola, sarampo e caxumba.

3) Passagens aéreas de ida e volta, com as respetivas datas de chegada e partida do país.

4) Comprovativo de reserva de hotel ou acomodação garantida na ilha.

5) Evidências de que você possui recursos financeiros suficientes para arcar com todas as despesas durante sua permanência nas Ilhas Maurícia. Geralmente, é utilizada a média de 100 dólares por dia, por pessoa. Essa comprovação pode ser feita através da apresentação de cartões de créditos internacionais ou dinheiro em espécie.

Seguro de viagem

A contratação de uma apólice de seguro de saúde internacional não é obrigatória. Contudo, é amplamente recomendada, em razão das diversas atividades desportivas que podem ser desenvolvidas nas Ilhas Maurícia e são suscetíveis a eventuais acidentes ou ferimentos (por exemplo, montanhismo, windsurf, mergulho, entre outros).

Assistência consular

O Brasil não dispõe de representação diplomática nas Ilhas Maurícia. Assim, os cidadãos brasileiros que precisarem de qualquer tipo de assistência consular devem ter em mãos as informações de contacto da Embaixada do Brasil em Pretória, na África do Sul.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós