Informações sobre o visto para o Peru

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visa turista

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

Oficialmente denominado “República do Peru”, o país latino-americano é banhado pelo Oceano Pacífico a oeste e faz fronteira com o Brasil a leste.

O Peru abrigou a antiga Civilização Inca e atrai milhares de visitantes de todo o mundo devido aos seus locais arqueológicos, sobretudo partindo de Cusco para a famosa Machu Picchu, além da gastronomia peculiar. Some-se a isso os turistas ávidos por aventuras, que vão em busca de atrações incríveis, como desfiladeiros, desertos, montanhas, vulcões e praias propícias para o surf.

E o cidadão brasileiro tem cada vez mais descoberto os encantos dessa nação, especialmente porque não é necessário um visto para o Peru, em viagens com duração de até 90 dias. Todavia, outras regras devem ser observadas, como detalhado a seguir.

O que eu preciso para viajar para o Peru?

1) Documento de Identificação

Associado ao Mercosul desde 2003, o Peru adotou a permissão de entrada de cidadãos brasileiros na posse da Cédula de Identidade Civil. Assim, você pode ingressar no país utilizando o seu passaporte ou o RG (Registro Geral) brasileiro.

Observação: o RG precisa de estar em bom estado de conservação e conter uma fotografia atual e legível. Caso você opte por viajar com o passaporte, ele deve possuir validade mínima de 6 meses, a contar da data de chegada ao Peru e 1 página em branco para o carimbo e registo de entrada.

Não são aceites como documentos de identificação: Certidão de Nascimento (mesmo para recém-nascidos ou para menores de idade), Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou carteiras de associações profissionais ou de classe.

Ao desembarcar no Peru, você receberá um documento conhecido como TAM – Tarjeta Andina de Migrações – onde é registada a data de chegada, bem como o tempo de estadia concedido. Este documento deve ser apresentado novamente ao deixar o país.

3) Carteira de Habilitação

É permitido conduzir no Peru utilizando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), emitida no Brasil. Assim, caso você deseje alugar um automóvel, será necessária a apresentação do documento original.

4) Vacinas

Não há exigência de vacinação contra nenhuma doença específica para visitar o Peru.

Seguro de saúde

Não é obrigatória a contratação de uma apólice de seguro de viagem internacional para visitar o Peru. Contudo, é altamente recomendado que você viaje com uma cobertura apropriada, incluindo a repatriação sanitária, devido aos seguintes fatores:

  • A rede pública de saúde no país não é gratuita para turistas estrangeiros;
  • Eventual presença de minas terrestres na fronteira com o Equador, que podem ocasionar acidentes;
  • Localização do Peru no chamado “Círculo de Fogo do Pacífico”, área de instabilidade sísmica, onde podem ser registados tremores de terra;
  • Altitudes extremamente elevadas, sobretudo em Cusco e Machu Picchu, que podem provocar diversas desordens de saúde;
  • Turismo de aventura (escaladas, trilhos, surf) como o propósito da viagem, potenciando riscos de ferimentos e traumas.

Assistência consular

O Brasil possui ampla representação diplomática no Peru. Em caso de qualquer necessidade de assistência consular, você deve ter em mãos as informações de contacto de um dos seguintes escritórios:

  • Embaixada do Brasil em Lima;
  • Consulado do Brasil em Iquitos;
  • Consulado Honorário em Arequipa;
  • Consulado Honorário em Chiclayo;
  • Consulado Honorário em Cusco;
  • Consulado Honorário em Pucallpa.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós