Tire agora seu e-Visa ruandês de turista

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto de Entrada Eletrônico

Ruanda iniciou o eVisa para viajantes em 1º de janeiro de 2018. Um visto de entrada é válido para uma entrada única com permanência não superior a 30 dias por entrada e é processado em três dias úteis. O sistema de e-Visa permite que os cidadãos tirem um visto de turista de entrada e saída de Ruanda.

O primeiro passo para solicitar um e-Visa de turista é preencher um simples formulário online. Depois de enviar sua solicitação eletronicamente, você receberá uma confirmação por e-mail. Por favor, tome cuidado para responder todas as questões com precisão.

Documentos necessários para o processo
  • Digitalização das informações pessoais do passaporte

  • Prova de acomodação

  • Resultado de teste de PCR COVID-19 negativo antes da partida

  • Selfie holding the physical credit card used for the transaction. Only the last 4 digits of the credit card must be visible in the picture. (se aplicável)

Instruções importantes
  • Cidadãos estrangeiros que receberam um Visto de Entrada no sistema de visto eletrônico precisam entrar através dos seguintes pontos de verificação: Aeroporto Internacional de Kigali, Kagitumba, Buziba, Gatuna, Cyanika, Kabuhanga, Poids Lourds, Lacorniche, Aeroporto Internacional de Kamembe, Ruzizi I, Ruzizi II, Bugarama, Ruhwa, Bweyeye, Nshili, Kanyaru Bas, Kanyaru Haut, Nemba e Rusumo.

  • A validade do seu visto e a estadia máxima é de 30 dias por entrada.

  • Seu documento de viagem deve ser válido por pelo menos 6 meses após o dia da sua entrada.

  • Uma comprovação das acomodações é necessária para se obter o documento de viagem. As datas neste documento DEVEM seri iguais às datas de viagem selecionadas na solicitação. Este é um requisito pedido pelo governo para emitir um documento de viagem.

  • Nós recomendamos fortemente que a solicitação do seu visto seja feita com pelo menos 3 dias de antecedência da data pretendida de viagem.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós

Perguntas Frequentes

O e-Visa de entrada na Ruanda é um documento de viagem oficial necessário para que estrangeiros entrem na República de Ruanda.

Os seguintes documentos são necessários para enviar sua solicitação:

  • Digitalização das informações pessoais do passaporte

  • Prova de acomodação

  • Resultado de teste de PCR COVID-19 negativo antes da partida

  • Selfie holding the physical credit card used for the transaction. Only the last 4 digits of the credit card must be visible in the picture. (se aplicável)

O e-Visa de entrada na Ruanda custa EUR 44.32. Além disso, existe uma taxa de serviço de EUR 22.16 o processamento padrão. Para o processamento expresso e super expresso, a taxa de serviço é de EUR 44.32 e EUR 70.92, respectivamente.

Isso depende do tempo de processamento que você escolher. Nós oferecemos três opções:

  • Processamento padrão: 7 dias úteis

  • Processamento expresso: 2 dias úteis

  • Processamento super expresso: 1 dia útil

Ele é válido por 30 dias após a chegada.
Seu documento de viagem deve ser válido por pelo menos 6 meses após o dia da sua entrada.
Não, nós não podemos alterar ou modificar qualquer detalhe no e-Visa após ele ser emitido. Se você, entretanto, perceber que cometeu um erro antes de seu visto ser emitido, entre em contato conosco o mais rápido possível por chat online ou e-mail para help@ivisa.com.
A estadia máxima permitida é de 30 dias por entrada.
O e-Visa de entrada na Ruanda permite uma entrada única com estadia de 30 dias após a chegada.
Não, é proibido trabalhar sob um e-Visa de entrada na Ruanda.

Cidadãos dos seguintes países são isentos de um e-Visa de entrada na Ruanda para visitas de até 90 dias:

Benim, República Centro-Africana, Chade, Gana, Guiné, Indonésia, Haiti, Senegal, Seychelles e São Tomé e Príncipe, República Democrática do Congo, Maurício, Filipinas, Cingapura e países pertencentes à Comunidade da África Oriental.

Cidadãos estrangeiros que receberam um e-Visa de turista no sistema de visto eletrônico precisam entrar através dos seguintes pontos de verificação:

  1. Aeroporto Internacional de Kigali

  2. Kagitumba

  3. Buziba

  4. Gatuna

  5. Cyanika

  6. Kabuhanga

  7. Poids Lourds

  8. Lacorniche

  9. Aeroporto Internacional de Kamembe

  10. Ruzizi I

  11. Ruzizi II

  12. Bugarama

  13. Ruhwa

  14. Bweyeye

  15. Nshili

  16. Kanyaru Bas

  17. Kanyaru Haut

  18. Nemba

  19. Rusumo

Se o viajante partir de um país com riscos de transmissão de febre amarela, será necessário apresentar um cartão de vacina contra a febre amarela.

Para mais informações, clique no link a seguir:

https://www.who.int/ith/ITH_Annex_I.pdf

Ruanda é um pequeno país na África Oriental. É um país sem costa marítima e conhecido como país das mil montanhas. Mas mesmo assim, o país é relativamente estável e um ótimo destino de férias. Sua rica fauna e flora irão entretê-lo durante toda a viagem. A Ruanda é lar de alguns animais raros, como os gorilas das costas prateadas. Mas, não recomendamos chegar perto de um. Fora isso, existem muitas espécies de pássaros e insetos para serem admiradas. Basicamente, o país é um pequeno paraíso para os amantes de pássaros.

Mas, primeiramente, vamos falar de como chegar em Ruanda. A política de visto é uma das mais suaves que você pode imaginar. Existem muitas nacionalidades que são isentas de visto. No entanto, se não fizer parte de uma delas, não necessariamente você precisa fazer uma visita à embaixada ruandesa mais próxima. Isso ocorre porque todos os viajantes podem ou obter um visto ao chegar ou solicitar um visto eletrônico antes de partir. O iVisa pode ajudar com este último e, honestamente, o processo de solicitação online é muito melhor do que ficar na fila do balcão de vistos ao chegar em Ruanda.

O e-Visa garante uma estadia de 30 dias em Ruanda e pode ser usado para uma única entrada. Com o iVisa, você pode conseguir um em até 24 horas. Lembre-se que seu passaporte deve ser válido por pelo menos 6 meses a partir da sua chegada.

Deixando os detalhes técnicos de lado, você vai ter uma ótima experiência em Ruanda. Existem várias coisas para se ver e fazer. Você voltará para casa com lembranças incríveis. Para início de conversa, a floresta de Nyungwe, localizada no sudoeste da Ruanda, é um lugar mágico recheada de várias espécies de animais. Chimpanzés, assim como 12 outras espécies de primatas, vivem nessa floresta. Você pode reservar um tour, o que nós particularmente recomendamos. Ver chimpanzés no seu habitat natural pode ser uma experiência inesquecível, mas também pode ser perigoso. Eles já mataram pessoas no passado, então não se arrisque. Eles são animais inteligentes e territorialistas.

O Parque Nacional dos Vulcões é outro lugar que você deve visitar. Mas saiba que essa viagem pode ficar cara. O motivo é porque você pode fazer excursões e ver famílias de gorilas. O bilhete mais barato custa 1500 dólares. No entanto, se você tiver condições, vale a pena ir. Você vai se sentir nas nuvens se conseguir ver de fato uma família de gorilas. Não são muitas as pessoas que já conseguiram ver gorilas em seu habitat natural. Mesmo assim, não tenha muitas esperanças de conseguir ver uma. Mas não deixe que isso o desanime de fazer a viagem. A vista é incrível e existem vários outros animais para serem vistos.

O lago Kivu também pode ser um local interessante. É um lugar bonito com muitas paisagens para aproveitar. As pessoas vão lá principalmente para relaxar, mas você pode fazer caminhadas e afins. A acomodação é agradável e as pessoas são muito acolhedoras.

Caso queira ver algo além das maravilhas naturais, recomendamos que você visite o Memorial do Genocídio em Kigali. Você terá uma grande visão de uma das maiores tragédias do mundo. Você consegue ir com um guia de áudio, mas pode contratar um guia de turismo se estiver em um pequeno grupo.

Há outro memorial do genocídio em Nyamata. No entanto, este não é para os fracos de coração. É mais explícito que o anterior. Ele está localizado em uma igreja onde 10 mil pessoas foram mortas em 1994. A prova deste genocídio existe até hoje, se você fizer um tour e quiser ver. Por exemplo, você pode ver roupas empilhadas nos bancos, os telhados cheios de buracos de bala e as criptas abertas. Se este tópico for do seu interesse, você deve saber que existe outro memorial em Ntarama.

O idioma principal de Ruanda é o kinyarwanda. No entanto, o inglês e o francês também são bastante difundidos, principalmente nas cidades. Contanto que você conheça um dos dois, conseguirá andar por lá muito bem.

Quanto a comida e bebida, você está bem servido. Você não pode ir em Ruanda sem provar os Brochettes locais. É um kebab feito com carne de cabra, mas é delicioso. Ele é tão popular que a maioria dos bares e restaurantes serve esse prato. O frango e o peixe grelhados também são muito saborosos. Enquanto estiver em Ruanda, evite beber água da torneira. Fique só na água engarrafada.

Existe uma coisa que vale a pena mencionar. Diferente do resto do mundo, os buffets em Ruanda não são para se servir à vontade. Você pode encher o prato apenas uma vez e, se quiser mais, precisa pagar novamente. Caso não pague irão te expulsar do local.

As pessoas em Ruanda são agradáveis e acolhedoras. Eles farão de tudo para ajudá-lo durante suas férias. Eles estão acostumados com turistas e sabem que ser gentil sempre funciona a seu favor, uma vez que o turismo está em ascensão. Você vai gostar da hospitalidade.

O que você precisa saber antes de ir para Ruanda é que o país é relativamente conservador. Como mulher, deve se vestir com moderação. Evite usar qualquer peça muito reveladora. Saudações são muito importantes em Ruanda e você deve sempre dizer olá primeiro a uma pessoa mais velha. Você também precisa usar as duas mãos ao entregar algo. É proibido fumar em certos locais públicos, então observe se existem placas a esse respeito antes de acender um cigarro. Você pode ser multado caso contrário.

Quanto à segurança, Ruanda é um país relativamente seguro. Você precisa evitar as fronteiras com a República Democrática do Congo e Burundi. Como de costume, você precisa ter cuidado com pequenos ladrões. Mas, desde que use seu bom senso e evite certas situações, você ficará bem. Não existe nenhum surto significativo de doenças em Ruanda, mas mantenha-se informado. Nunca se sabe.

Resumindo, Ruanda é definitivamente um lugar que vale a pena visitar. A chance de ver gorilas sozinha já é suficiente para fazer a viagem. As pessoas são incrivelmente gentis e você consegue encontrar acomodações razoáveis a preços acessíveis. A comida é deliciosa e saudável e você com certeza vai se divertir. Enquanto estiver por lá, você também pode visitar toda a Comunidade da África Oriental. Juntamente com Uganda e Quênia, Ruanda é um daqueles países africanos encantadores que lhe trarão lembranças inesquecíveis.