Informações sobre o visto para o Senegal

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto prévio

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

Oficialmente denominado “República do Senegal”, o país está localizado na costa ocidental do continente africano e é banhado pelo Oceano Atlântico.

Devido ao clima tropical, gastronomia peculiar e população cordial e hospitaleira, o país é um polo turístico para quem deseja se aventurar em terras africanas e desbravar a cultura local. Floresta de Baobás, mercados de arte e artesanato, safáris no meio de vida selvagem, o Senegal conserva atrativos para os mais diversificados perfis de viajantes.

O cidadão brasileiro conta com a facilidade de não precisar de um visto para o Senegal, em viagens turísticas, por até 30 dias – tempo suficiente para relaxar em uma das belas praias da Petite Côte, visitar o antigo “depósito de escravos” na ilha Gorée (hoje, Património Mundial da Humanidade, declarado pela UNESCO) ou descobrir os mistérios do Lago Retba (o “Lago Rosa”), percorrendo parte do caminho da etapa final do Rally Dakar. Contudo, alguns requisitos devem ser observados, antes de embarcar. Confira os detalhes, a seguir.

O que eu preciso para viajar para o Senegal?

1) Passaporte

Você deve viajar na posse do seu passaporte original, com validade mínima de seis meses, a contar da data de ingresso no país. Além disso, é preciso uma página em branco para o carimbo e demais registos de autorização de entrada no Senegal.

Observação: é permitido dirigir no Senegal utilizando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) brasileira. Você deve levar o documento original, caso queira alugar um veículo.

2) Bilhetes aéreos

Você deve confirmar as datas de chegada ao Senegal e regresso ao Brasil, apresentando as passagens aéreas impressas às autoridades de imigração.

3) Alojamento

Você deve comprovar que possui alojamento garantido no Senegal, através da apresentação do voucher de reserva de um hotel.

4) Vacinas

É obrigatória a imunização contra as seguintes doenças com, pelo menos, 14 dias de antecedência à data da viagem:

  • Febre amarela;
  • Febre tifoide;
  • Hepatite dos tipos A e B;
  • Meningite.

Você deve apresentar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), emitido gratuitamente pela Anvisa, às autoridades de imigração no desembarque.

Seguro de saúde

Apesar de não ser exigida a contratação de uma apólice de seguro de viagem internacional, é extremamente aconselhado que você viaje com uma cobertura apropriada - incluindo a evacuação sanitária –, devido aos seguintes fatores:

  • A infraestrutura de saúde no país é bastante limitada e o custo de um atendimento médico pode ser elevado para os visitantes estrangeiros;
  • Presença de grupos armados e minas terrestes nas regiões de fronteira com o Mali, com a Mauritânia e com a Guiné Bissau, o que potencializa o risco de ferimentos;
  • Turismo de aventura (trilhos, surf, rali) como o propósito da viagem, o que pode ocasionar acidentes e traumas.

Assistência consular

Em caso de qualquer necessidade de assistência consular, o cidadão brasileiro deve ter em mãos os dados de contacto da embaixada do Brasil em Dacar, a capital do Senegal ou do consulado honorário em Banjul, a capital da Gâmbia.

Esta página foi útil?

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós