Informações sobre o visto para Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto Eletrônico

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

Informalmente chamado apenas de Santa Helena, o território britânico ultramarino de Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha está localizado no meio do caminho entre a América do Sul e a África, no Oceano Atlântico, num dos pontos mais remotos do planeta.

Santa Helena entrou para a história, após servir de exílio para o imperador francês, Napoleão Bonaparte, nos seus últimos anos de vida. Além de abrigar a casa e o túmulo onde o famoso líder militar foi enterrado, Santa Helena proporciona diversas opções de desportos náuticos aos visitantes, como o surf, mergulho com tubarões-baleia e a observação das baleias jubarte.

Ainda que consideradas um único território, as três ilhas encontram-se relativamente distantes umas das outras e os requisitos para obtenção de visto para Santa Helena, Ascensão e Tristão da Cunha variam. Entenda, logo abaixo, o que é necessário para viajar para cada um dos destinos.

O que eu preciso para viajar para Santa Helena?

1) Visto: é concedido uma permissão de entrada ao cidadão brasileiro, no momento da chegada a Santa Helena, para permanência por até 183 dias. A taxa de 20 libras deve ser paga às autoridades de imigração, ao desembarcar na ilha.

2) Passaporte: você deve viajar munido do seu passaporte original, com validade mínima de seis meses, a contar da data de chegada à ilha.

3) Recursos financeiros: você deve comprovar que possui recursos financeiros suficientes para arcar com todas as despesas decorrentes da sua estadia na ilha.

4) Saída: você deve comprovar a saída da ilha, apresentando a passagem (de avião ou navio) de regresso para o Reino Unido, para Ascensão ou para a África do Sul, com a respetiva data.

5) Vacinação: é obrigatória a imunização contra a febre amarela, assim como a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), emitido gratuitamente pela Anvisa.

6) Seguro de saúde: é imprescindível a contratação de uma apólice de seguro de viagem internacional com cobertura abrangente, incluindo ampla assistência médico-hospitalar e repatriação sanitária.

O que eu preciso para viajar para Ascensão?

1) Visto: uma permissão de entrada deve ser obtida antes de embarcar para Ascensão, diretamente no website do governo da ilha.

2) Passaporte: você deve viajar munido do seu passaporte original, com validade mínima de seis meses, a contar da data de chegada em Ascensão.

3) Recursos financeiros: você deve comprovar que possui recursos financeiros suficientes para arcar com todas as despesas decorrentes da sua estadia na ilha.

4) Saída: você deve comprovar a saída da ilha, apresentando a passagem (de avião ou navio) de regresso para o Reino Unido, para Santa Helena ou para a África do Sul, com a respetiva data.

5) Vacinação: não é obrigatória a vacinação contra nenhuma doença específica para visitar Ascensão.

6) Seguro de saúde: é imprescindível a contratação de uma apólice de seguro de viagem internacional com cobertura abrangente, incluindo ampla assistência médico-hospitalar e repatriação sanitária.

O que eu preciso para viajar para Tristão da Cunha?

1) Visto: você deve solicitar uma permissão prévia via e-mail para o escritório de governo de Tristão da Cunha, informando o propósito da viagem.

2) Passaporte: você deve viajar munido do seu passaporte original, válido durante todo o tempo de permanência na ilha.

3) Recursos financeiros: você deve comprovar que possui recursos financeiros suficientes para arcar com todas as despesas decorrentes da sua estadia na ilha.

4) Saída da ilha: você deve comprovar a saída da ilha, apresentando a passagem (de navio) de regresso ao continente africano ou europeu.

5) Vacinação: é obrigatória a imunização contra a febre amarela, assim como a apresentação do Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), emitido gratuitamente pela Anvisa.

6) Seguro de saúde: é imprescindível a contratação de uma apólice de seguro de viagem internacional com cobertura abrangente, incluindo ampla assistência médico-hospitalar e repatriação sanitária.

Assistência consular

Não existem representações diplomáticas ou consulares em nenhuma das três ilhas. Entretanto, as autoridades locais de cada território têm a responsabilidade de prestar tal assistência aos visitantes estrangeiros, caso seja necessário.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós