Conseguir um visto para Saint Kitts and Nevis online (eVisa) é fácil

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto Eletrônico

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

Oficialmente denominado “Federação de São Cristóvão e Neves”, esse pequenino arquipélago das Caraíbas, constituído por apenas duas ilhas, é tido como o menor Estado soberano das Américas, seja em termos de extensão territorial ou densidade populacional.

A ilha de São Cristóvão está distante 3 km da ilha de Neves e ambas proporcionam ao turista lindas praias de águas mornas e cristalinas, ideais para mergulhar por entre extensos recifes de corais, passear de caiaque ou simplesmente relaxar ao som de ondas calmas.

E o cidadão brasileiro que deseja visitar esse charmoso pedacinho de paraíso conta com a dispensa de um visto para São Cristóvão e Neves, em viagens turísticas ou em negócios, por um período de até 90 dias. Assim, basta ficar atento a alguns simples requisitos, solicitados pelas autoridades de imigração do país. Veja os detalhes, a seguir.

O que eu preciso para viajar para São Cristóvão e Neves?

1) Passaporte

Você deve viajar munido do seu passaporte original e válido durante todo o período de estadia concedido pelas autoridades de imigração de São Cristóvão e Neves. São necessárias duas páginas em branco para o carimbo e demais registos de entrada no país.

Observação: é permitido conduzir em São Cristóvão e Neves utilizando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) emitida no Brasil. Assim, se você pretende alugar um veículo, não se esqueça de levar a sua. Caso a sua estadia ultrapasse um período de 15 dias, será necessário emitir uma licença temporária no Departamento de Trânsito do país.

2) Bilhetes aéreos

Você deve apresentar as passagens aéreas de ida e volta, com as respetivas datas de chegada a São Cristóvão e Neves e regresso ao seu destino de origem.

Observação: é cobrada uma taxa aeroportuária ao deixar o país, de cerca de 22 dólares, para a preservação da fauna e flora da região. Normalmente, o valor é incluído no custo total dos bilhetes aéreos.

3) Vacinas

É exigida a vacinação contra a febre amarela com, pelo menos, 14 dias de antecedência à data de embarque. Você deve apresentar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), emitido gratuitamente pela Anvisa, às autoridades de imigração ao desembarcar em São Cristóvão e Neves.

4) Recursos financeiros

Você deve comprovar que dispõe de recursos financeiros suficientes para custear todas as despesas referentes ao período de estadia concedido, através de dinheiro em espécie ou cartões de crédito internacionais.

Seguro de saúde

Apesar de não ser obrigatória a contratação de uma apólice de seguro de viagem internacional, é aconselhado que o cidadão brasileiro viaje com uma cobertura adequada, sobretudo, em razão dos seguintes fatores:

  • Atendimento médico-hospitalar limitado, não suficiente para cobrir o tratamento adequado para determinadas doenças ou enfermidades;
  • Localização geográfica do arquipélago em áreas sujeitas a furacões, no período de junho a novembro, potencializando o risco de acidentes;
  • Presença de vulcões ativos, um em cada ilha, que, no caso de eventual atividade, pode ocasionar traumas e ferimentos.

Assistência consular

No caso de qualquer necessidade de assistência consular, o cidadão brasileiro deve ter em mãos os dados de contacto da embaixada do Brasil em Basseterre, a capital de São Cristóvão.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós

Perguntas Frequentes

Se você ama praia e acredita que as Caraíbas são somente um destino de filmes e revistas, está na hora de conhecer a Ilha de São Cristóvão. Este é um local ainda pouco visitado, embora seja ponto de paragem frequente de diversos cruzeiros. Esta ilha caribenha, pois é uma das ilhas que compõem as Caraíbas, mostra a sua herança cultural e a sua história predomina sobre os casarios existentes na cidade. Quando pensamos nas Caraíbas, imaginamos praias lindas com águas cristalinas e paradas que se tonam verdes, areia branquinha, coqueiros que dão um toque especial ao cenário juntamente com os animais que compõem o ecossistema. São muitas as praias contidas na Ilha de São Cristóvão, e entre elas está a South Friars Bay, uma praia com água claras e areias escuras. Tem a South Frigate, que é indicada para a prática de desportos aquáticos. Se você é daquelas pessoas que ama uma festa e quer entrar no clima caribenho, a Dieppe Bay é ideal para dançar e conhecer gente nova, com vários bares disponíveis. Já a praia de Sandy Bank Bay é mais isolada e serve como refúgio para aqueles que desejam tranquilidade. É uma praia paradisíaca para aqueles que desejam entrar no clima de romance e estar somente a dois. Diante de tantas praias que despertam a curiosidade por acreditarmos ser tão belas, podemos perguntar: estas praias estão acessíveis? Como chegar até à Ilha de São Cristóvão? Não são todos os locais que oferecem voos diretos para a Ilha de São Cristóvão nas Caraíbas. É preciso fazer um percurso pelos Estados Unidos, Panamá ou até por outras ilhas da América Central. Embora cada ilha tenha o seu aeroporto, é o de Basseterre.

A melhor forma de transitar entre as ilhas é de ferryboat, e também há os cruzeiros, porém os seus passeios duram apenas um dia e não há tempo suficiente para conhecer as ilhas de Nevis e São Cristóvão. Não é somente as praias que atraem os turistas para as ilhas de Nevis e São Cristóvão. Existem as diversas espécies de pássaros e aves que atraem o público visitante e, inclusive, nas nove lagoas há uma grande quantidade de aves, chegando a uma quantidade que ultrapassa os 200 tipos, na qual se destaca o pelicano-pardo como a ave nacional. Podemos imaginar e questionar: em ilhas paradisíacas, podemos encontrar centros históricos? A resposta vai além de um sim, porque todos estes locais foram povoados e, consequentemente, construíram uma cidade com edifícios, igrejas, entre outras infraestruturas, para atender a população. Podemos então destacar algumas construções que são visitadas, como, por exemplo, a Fortaleza de Brimstone Hill, que desde o ano de 1990 tornou-se Património Mundial da UNESCO, que está localizada em Basseterre. Trata-se de uma cidadela construída há mais de 300 anos para proteger a cidade dos franceses. O museu narra a história de todo o domínio britânico sobre a ilha de São Cristóvão, tendo fim apenas no ano de 1983. Além do museu, podemos destacar também a arquitetura local, sobretudo o edifício do tesouro, que foi construído no ano de 1894. E para compor a arquitetura, há as igrejas anglicanas de São Jorge e da Imaculada Conceição bem como a Praça da Independência. Há também uma propriedade histórica com um jardim que contém uma árvore de origem africana que já conta com mais de 300 anos. Agora, vamos conhecer um pouco da Ilha de Nevis? Conhecida como ilha irmã de São Cristóvão. Ambas têm uma relação bastante estreita. Charlestown é a capital desta pequena ilha e possui uma arquitetura colonial de edifícios dos séculos XVIII e XIX, além das praias caribenhas. Todavia, existem duas praias que são famosas para a prática desportiva: Pinney’s Beach e Qualie Beach. As águas claras facilitam a descoberta dos recifes e cavernas subaquáticas nas proximidades das ilhas. Agora que você conhece um pouco sobre as ilhas e provavelmente deve ter ficado animado para as conhecer pessoalmente, vale a pena enfatizar que, além da dificuldade no trajeto, para adentrar nas regiões é necessário que você obtenha um visto eletrónico. Quer saber como? Dir-lhe-emos: Se você desejar viajar a turismo ou a negócios, o visto cede a permanência de até 90 dias. É preciso que esteja com o seu passaporte em mãos e ele deve conter duas páginas em branco para o carimbo. Sabia que com a sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação) é possível você conduzir nas ilhas? Porém, se você desejar permanecer no local por mais de 15 dias e necessitar de conduzir, deverá emitir uma licença temporária no Departamento de Trânsito do país. Deverá apresentar as passagens com datas de ida e, principalmente, de regresso. Uma taxa aeroportuária será cobrada para a preservação da fauna e flora da região. O valor será cerca de 22 dólares. Viajar imune é importante, e para as ilhas é importante apresentar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), que poderá ser emitido de forma gratuita pela agência de vigilância sanitária local, que deverá ser apresentada às autoridades de São Cristóvão e Nevis. Deverá ser vacinado contra a febre amarela com, pelo menos, 14 dias de antecedência. É preciso que você comprove ter recursos financeiros para custear todas as despesas durante o período. Não é obrigatório viajar para a ilhas com um seguro de viagem, porém é importante possuir o mesmo em mãos para qualquer eventualidade, pois: O atendimento médico-hospitalar é limitado. Por serem ilhas, a localização está sujeita a furacões, tempestades, principalmente no período que vai de junho a novembro. E isso aumenta o índice de acidentes. As ilhas também possuem vulcões ativos que podem causar acidentes. Podemos identificar uma diversidade de observações para quem deseja visitar as ilhas de Nevis e São Cristóvão. Por se tratar de ilhas, a sua localização geográfica atrai tempestades e os vulcões ativos geram atenção que deve ser dobrada. Desta forma, as ilhas irmãs têm atividades acolhedoras à sua espera. É o momento de você conhecer parte das Caraíbas e entender que lá existe muita história para ser conhecida e que vale a pena qualquer sacrifício para apreciar as belezas das praias ali existentes.