Informações sobre o visto para o Suriname

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Tourist Card

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

Oficialmente denominado “República do Suriname”, o país está localizado na América Latina, faz fronteira com o Brasil em sua porção sul e é banhado pelo Oceano Atlântico ao norte. A nação é o menor país da América do Sul, além de ser o único estado fora da Europa onde o neerlandês é falado pela maioria da população.

A herança da ocupação holandesa faz-se presente também na arquitetura, colonial e colorida. Além disso, em razão da proximidade, o país possui intensa influência das Caraíbas nos costumes e na gastronomia. Por fim, o território é coberto pela floresta amazónica, o que lhe confere belas paisagens naturais e fauna diversificada.

O cidadão brasileiro conta com diversas facilidades para desbravar esse exótico e inusitado destino: além de voos diretos, partindo do Brasil, não é necessário um visto para o Suriname, no caso de visitas em lazer ou em negócios, por um período de até 90 dias. Assim, basta estar atento a alguns simples requisitos para a entrada no país, detalhados logo abaixo.

O que eu preciso para viajar para o Suriname?

1) Passaporte

Você deve viajar para o Suriname na posse do seu passaporte brasileiro original e com validade mínima de 6 meses, a contar da data de chegada ao país. É preciso uma página em branco no documento para o carimbo e demais registos de permissão de entrada.

Observação: é permitido conduzir no Suriname utilizando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) brasileira, por um período de até 15 dias, após a sua chegada. Caso você queira alugar um automóvel, é preciso apresentar o documento de motorista original e válido. Após o prazo regulamentar, você deve solicitar uma autorização ao Departamento de Trânsito do país.

2) Formulário alfandegário

Durante o voo para o Suriname, será distribuído um formulário alfandegário (em inglês e neerlandês), que deverá ser totalmente preenchido e apresentado, juntamente com o passaporte, às autoridades de imigração, no desembarque.

3) Vacinas

É obrigatória a imunização prévia contra a febre amarela para ingressar no Suriname. Assim, você deve aplicar a vacina com, pelo menos, 10 dias de antecedência à data da viagem e apresentar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP) – emitido gratuitamente pela Anvisa -, às autoridades de imigração, ao desembarcar no país.

4) Registo de estrangeiros

Ainda que você tenha permissão para ficar no Suriname por três meses sem um visto de turista, caso a estadia exceda 30 dias, é necessário realizar um registo de permanência em uma unidade da Polícia local, antes do fim do primeiro mês no país.

Seguro de saúde

As instalações de saúde no Suriname são limitadas e há carência de profissionais em determinadas especialidades médicas no país. Assim, ainda que não seja obrigatória a contratação de uma apólice de seguro internacional, é altamente recomendado que você viaje com uma cobertura apropriada, capaz de custear despesas relativas a consultas, internações hospitalares e eventual evacuação sanitária.

Assistência consular

Em caso de qualquer necessidade de assistência consular, o cidadão brasileiro deve ter em mãos as informações de contacto da embaixada do Brasil em Paramaribo, a capital do Suriname.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós