Consiga rapidamente o seu visto para o leste da África online (eVisa)

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto para o Leste da África

Em junho de 2016, a República da Uganda lançou o programa do e-Visa. O e-Visa deve ser obtido antes de se entrar no país. Todos os visitantes que pretendem entrar na República do Quênia, na República da Uganda ou na República da Ruanda para turismo são elegíveis para solicitar o visto. Com um Visto de Turismo do Leste Africano pode-se entrar nos três países várias vezes e é válido por 90 dias.

Viajantes que usam o programa de Visto do Leste Africano solicitam e pagam uma taxa pela internet e recebem o seu visto eletrônico também por lá, antes de viajarem para a Uganda, a Ruanda ou o Quênia. O e-Visa é um documento oficial que permite a entrada nestes países e a viagem entre eles. Os solicitantes receberão sus vistos por e-mail, depois de preencherem o formulário de solicitação com as informações necessárias e depois que o pagamento pelo cartão de crédito estiver completo.

Documentos necessários para o processo
  • Uma cópia da página de identidade do seu passaporte

  • Uma cópia de uma fotografia recente no tamanho do passaporte

  • Seu itinerário de viagem

  • Certificado de vacinação (febre amarela)

  • Passagem de volta

  • Um contato na Uganda (pessoa, empresa, hotel, agência de viagens...)

  • Cartão de crédito/débito ou conta no Paypal.

Instruções importantes
  • O Visto para Turista do Leste Africano é válido por 3 meses após a chegada.

  • O tempo máximo de estadia é de 3 meses e ele é válido para viajar entre os países várias vezes.

  • O solicitante não pode possuir um visto atual para a Uganda, a Ruanda ou o Quênia.

  • O solicitante deve estar fora destes países no momento da solicitação.

  • O passaporte do solicitante deve ser válido por pelo menos 6 meses a partir da entrada nesses países do leste africano.

  • Este visto não pode ser alterado para um visto de trabalho enquanto estiver dentro da República da Uganda, da Ruanda ou do Quênia.

  • É necessário que você imprima e carregue a autorização de viagem contigo, pois será pedido que você a apresente no momento da sua entrada.

  • O solicitante deve chegar com o mesmo passaporte com o qual fez a solicitação para o e-Visa do leste africano.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós

Perguntas Frequentes

É um tipo de visto eletrônico que permite que você visite a República do Quênia, a República da Ruanda e a República da Uganda, na mesma viagem, para turismo. Um Visto de Turismo para o Leste Africano serve para viajar várias vezes entre esses três países e é válido por 90 dias.

Nós necessitamos dos seguintes itens para enviar a sua solicitação:

  • Última página do passaporte (se aplicável)

  • Foto do aplicante

  • Digitalização das informações pessoais do passaporte

  • Vacinação contra Febre Amarela

  • Confirmação de companhia aérea

  • Itinerário de viagem

  • Carta convite

  • É necessária uma selfie com o cartão de crédito físico usado para a transação para verificar o pagamento. Apenas os últimos 4 dígitos do cartão de crédito devem estar visíveis na imagem. Apenas uma imagem é necessária por pedido. (se aplicável)

COMO TIRAR A FOTO PERFEITA PARA O SEU VISTO: Assista ao nosso vídeo

COMO TIRAR FOTOS PERFEITAS DOS DOCUMENTOS REQUERIDOS: Assista ao nosso vídeo

O custo de um e-Visa para o Leste Africano é de 103 dólares. Além disso, existe uma taxa de serviço de 45 dólares para o processamento padrão. Para os processamentos expresso e super expresso, a taxa de serviço é de 75 e 110 dólares, respectivamente.
Isso depende do método de processamento que você escolher. Nós oferecemos três opções:
  1. Processamento padrão: 4 dias úteis.
  2. Processamento expresso: 2 dias úteis.
  3. Processamento super expresso: 1 dias úteis
O visto da Uganda e Leste Africano é válido por 90 dias após sua emissão. Isso quer dizer que você deve entrar na Uganda dentro de 90 dias. Além disso, é um visto para viajar entre esses países várias vezes e permite uma estadia máxima de 90 dias.
O passaporte do solicitante deve ter pelo menos 6 meses de validade a partir da data da sua chegada na Uganda e pelo menos uma página em branco.
A aprovação final é garantida no ponto de entrada selecionado ou no Escritório de Imigração. Esteja ciente que se você está fora da Uganda é obrigatório que você apresente uma carta de aprovação de visto válida para entrar no país. Nenhuma outra autorização permite que você entre no país.
O e-Visa para o Leste Africano permite que você entre várias vezes nos países.
Não é obrigatório, mas é recomendado. O código de barras presente na sua carta de aprovação será usado para acessar a sua solicitação no ponto de entrada. Logo, levar uma cópia impressa irá agilizar o processo final de aprovação.
Não, ele é limitado aos 3 países mencionados. Se você sair de qualquer um dos 3 países e voltar ao Quênia, será considerada uma nova jornada e um novo visto será necessário.
Não, você não é elegível para solicitar um Visto para o Leste Africano se já possui um visto válido para um dos países.
Sempre que visitar um novo país, é preciso estar ciente do que se pode ou não fazer. É imperativo respeitar a cultura do país para não magoar ou chatear os moradores locais. Você pode cruzar com muitas tradições e hábitos diferentes e, de certo modo, essa é a beleza em viajar pelo mundo. A regra de aprender sobre a cultura local também se aplica a Uganda. O país é a pérola da África e um belo local para se visitar, com uma cultura fascinante. No entanto, coisas completamente normais no seu país podem não ser permitidas em outros. Abaixo você encontrará uma lista de coisas que deve saber ao visitar a Uganda. Não fale sobre a gravidez de uma mulher – embora no ocidente a gravidez seja um tópico onde as pessoas expressam felicidade, no país africano as coisas são diferentes. Isso acontece pois lá a taxa de aborto é muito alta. Por isso, as mulheres têm sentimentos conflitantes a respeito da gravidez e é considerado desrespeitoso falar a respeito. O melhor a se fazer é fingir que não notou e nunca tocar no assunto. Fale com a pessoa normalmente, como se ela não estivesse esperando um bebê. Mantenha as coisas pessoais... pessoais – ugandenses são reservados quanto as suas vidas e você deve fazer o mesmo. É falta de educação perguntar sobre a vida pessoal de alguém. No entanto, à medida que for se aproximando da pessoa e o nível de intimidade crescer, você será capaz de descobrir coisas que, de outa maneira, seriam consideradas privadas. Basicamente, é necessário se tornar amigo de alguém para que a pessoa revele informações sobre sua vida pessoal. Como se tornar amigo de alguém sem fazer perguntas pessoais? Converse sobre coisas triviais. Dê a chance de se familiarizar. Não fale sobre relacionamentos – no ocidente é normal perguntar se alguém está namorando e com quem. Na Uganda é um pouco diferente. Podem haver erros de interpretação e você deve evitar perguntar questões sobre relacionamento com o outro gênero. Você pode notar quando a pessoa é casada, mas nunca pergunte alguém que parece solteiro se ele possui parceiro. Você não quer se colocar em uma situação complicada, quer? Não demonstre afeto em público – se viajar para a Uganda acompanhado, não demonstre que são um casal em público. Ugandenses não fazem isso e olharão com cara feita se virem você fazendo. Evite beijos e abraços em público. Mesmo andar de mão dadas não é bem visto. Por isso, se quiser começar com o pé direito, evite esse tipo de situação. Não é tão difícil. Mantenha seu afeto entre quatro paredes, no quarto de hotel. Não limpe suas mãos na frente dos ugandenses. Claro, é bom lavá-las antes de comer. Você pode fazer isso no banheiro e, se não houver um disponível, é liberado o uso do álcool em gel. Entretanto, não faça isso na frente dos ugandenses, pois eles podem pensar que você os considera sujos. Parece ridículo, mas é importante para eles. Limpe suas mãos onde não pode ser visto pelos locais. Existe uma oração antes da refeição – eles são um povo religioso e rezam antes de toda refeição. É preciso que você faça o mesmo se quiser ser considerado educado. Mesmo que seja ateu ou praticante de outra religião, mantenha sua cabeça abaixada em sinal de respeito. É um pequeno sacrifício para uma boa comida. Crianças não falam à mesa – enquanto no ocidente as refeições são vistas como uma hora para conversar, na Uganda crianças não falam à mesa a não ser para responder perguntas diretas. É falta de educação para elas falarem. Muitas vezes, os turistas que vão para a Uganda pensam que as crianças são quietas, mas não verdade não é permitido que elas falem. Recuse a cadeira – os ugandenses estão cientes que você é de outro país e irão oferecer uma cadeira durante a refeição, enquanto eles sentarão em um tapete. Como sinal de respeito, recuse a cadeira e sente em um tapete também. É um gesto educado e você será bem visto por isso. Você pode ser cumprimentado com um beijo – cumprimentos são diferentes lá, dependendo da situação e dos gêneros presentes em um lugar em particular. Com mulheres, um aperto de mão é mais que suficiente, mas um homem provavelmente vai beijar sua bochecha quando apertarem as mãos. Não se afaste e siga o fluxo. Não recuse, uma vez que é considerado rude. Preste atenção no código de vestimenta – na Uganda, as mulheres devem seguir certo código. Como turista, não será pedido que você se cubra por completo, mas sempre use saias ou calças que cubram o joelho. Você não vai querer pessoas olhando estranho enquanto anda pela rua, vai? A lista pode continuar, mas o que foi abordado aqui deve ser o suficiente para ter uma ideia de como se comportar na Uganda. Contanto que essas regras simples sejam seguidas, você será muito bem-vindo pelo povo. Os ugandeses são um povo caloroso e você se sentirá em casa se mostrar respeito pela cultura e tradição deles.

Se o viajante partir de um país com riscos de transmissão de febre amarela, será necessário apresentar um cartão de vacina contra a febre amarela.

Mais informações no link a seguir: https://www.who.int/ith/ITH_Annex_I.pdf