Informações sobre o visto para a Venezuela

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto de Migração Temporária

Em breve, mais informações!
Documentos necessários para o processo
Instruções importantes

Oficialmente denominado “República Bolivariana da Venezuela”, o país está localizado na porção norte da América Latina, faz fronteira com o Brasil ao sul e é banhado pelo Mar do Caraíbas e pelo Oceano Atlântico.

De rica flora e fauna diversificada, a Venezuela atrai amantes do ecoturismo, principalmente em visita ao belo litoral das Caraíbas, como pode ser observado em uma das ilhas do Parque Nacional do Arquipélago de Los Roques ou na Isla Margarita. Além disso, outra atração muito procurada consiste nas expedições à Cordilheira dos Andes, para a prática de montanhismo ou trekking.

Além de voos diretos, o cidadão brasileiro conta com a vantagem de não precisar de um visto para a Venezuela, em viagens a lazer, por até 90 dias. Caso necessário, o prazo de permanência pode ser estendido por até 180 dias. Contudo, antes de começar a planear o roteiro, você deve ter em atenção os requisitos e demais informações para a entrada no país, detalhados a seguir.

O que eu preciso para viajar para a Venezuela?

1) Documento de identificação

Ainda que a Venezuela esteja suspensa do Mercosul (Mercado Comum do Sul) desde 2016, ainda persistem os termos do acordo, permitindo o ingresso de cidadãos brasileiros no país na posse da Cédula de Identidade Civil ou Registro Geral (RG).

O passaporte também pode ser utilizado, desde que tenha validade mínima de seis meses - a contar da data de desembarque na Venezuela - e possua uma página livre para o carimbo de permissão de entrada, concedido pelas autoridades de imigração.

Não são aceites como documentos de identificação: Certidão de Nascimento (mesmo para recém-nascidos ou para menores de idade), Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou carteiras de associações profissionais ou de classe.

Observação: é permitido dirigir na Venezuela, utilizando a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), emitida no Brasil. Assim, caso o aluguer de um veículo esteja em seus planos de viagem, não esqueça de levar o documento de motorista original e válido.

2) Vacinas

É obrigatória a vacinação prévia contra a Febre Amarela com, no mínimo, dez dias de antecedência à data de chegada na Venezuela. Além disso, você deverá apresentar o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia (CIVP), emitido pela Anvisa, ao desembarcar no país.

Seguro de saúde

Devido aos protestos e conflitos frequentes no país, bem como da escassez de medicamentos e dos hospitais públicos normalmente lotados, é imprescindível que o cidadão brasileiro contrate uma apólice de seguro de viagem internacional para visitar a Venezuela. O documento deve incluir o custo de despesas relativas a atendimento médico, internações hospitalares, exames e a repatriação sanitária para o Brasil.

Assistência consular

O Brasil dispõe de vasta representação diplomática na Venezuela. Assim, em caso de qualquer necessidade de assistência consular, o cidadão brasileiro deve dirigir-se ou entrar em contacto com um dos seguintes escritórios:

  • Embaixada do Brasil em Caracas;
  • Consulado Geral do Brasil em Caracas;
  • Consulado Geral do Brasil em Ciudad Guayana;
  • Vice-Consulado do Brasil em Santa Elena do Uairén;
  • Vice-consulado do Brasil em Puerto Ayacucho;
  • Consulado Honorário em La Asunción.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós