Precisa de tratamento médico na Índia? Consiga o seu visto para Índia online (visto médico eletrônico)

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: Visto Médico Eletrônico

Em novembro de 2014, o governo da índia iniciou o uso de vistos pela internet para turistas (e-Visa) para 43 países. Isso foi feito para incentivar as viagens para a Índia, uma vez que os viajantes não precisavam mais visitar a embaixada para conseguirem um visto. Em 2015, a Índia lançou o programa para os maiores países mundiais. Em abril de 2017, o programa de e-Visa foi reformulado, introduzindo-se a subcategoria especial para visitas médicas.

No momento, viajantes de mais de *160 países podem solicitar o e-Visa médico, de negócios ou de turista, dependendo do motivo da sua viagem. Eles solicitam, pagam uma taxa pela internet e recebem o seu visto eletrônico antes de viajarem para a Índia. Diferentemente dos e-Visas de turista e de negócios, o e-Visa médico permite aos viajantes entrarem 3 vezes no país. O processo realmente simplificou as coisas para viajantes buscando tratamento na Índia.

O e-Visa é um documento oficial que permite a entrada e a viagem dentro da Índia. Solicitantes receberão seus vistos de negócios por e-mail, depois de preencher o formulário de solicitação com a informação necessária e assim que o pagamento pelo cartão de crédito for completado.


Lembrete: Todos os vistos existentes, emitidos por moradores de quaisquer países, estão suspensos até 15 de abril de 2010, como medida de prevenção do governo da Índia para lidar com o COVID-19.

Documentos necessários para o processo
  • Hospital Letter

  • Applicant Photo

  • Passport Personal Details Scan

  • Last Page of Passport (se aplicável)

Instruções importantes
  • O e-Visa médico indiano permite entrar 3 (três) vezes na Índia (visto de entrada tripla).
  • Apesar do e-Visa indiano de turismo ser um visto de entrada tripla, é importante perceber que essas duas entradas devem ser usadas em um ano do mesmo calendário, entre janeiro e dezembro.
  • Os viajantes conseguem APENAS tirar 2 e-Visas por calendário.
  • O e-Visa médico indiano é válido por 120 dias após a emissão. Você pode entrar na Índia em qualquer data dentro deste período. Caso você faça a solicitação fora desse período de 120 dias, o iVisa fornece um serviço especial que garante que a sua solicitação seja processada na data correta. Isso permite que os viajantes façam a solicitação a qualquer momento.
  • O titular do visto não pode ficar no país por mais de 60 dias corridos.
  • O solicitante deve carregar uma cópia do visto indiano contigo durante a viagem.
  • O e-Visa médico indiano é válido para entrar através de 26 aeroportos específicos (ou seja, Ahmedabad, Amritsar, Bagdogra, Bengaluru, Calicut, Chennai, Chandigarh, Cochin, Coimbatore, Delhi, Gaya, Goa, Guwahati, Hyderabad, Jaipur, Kolkata, Lucknow, Madurai, Mangalore, Mumbai, Nagpur, Pune, Tiruchirapalli, Trivandrum, Varanasi e Vishakhapatnam) e 5 portos marítimos específicos(ou seja, Cochin, Goa, Mangalore, Mumbai e Chennai). No entanto, os viajantes podem deixar a Índia de qualquer um dos Postos de Checagem de Imigração (iCPs) autorizados.
  • O e-Visa indiano não é estendível.
  • O seu passaporte deve ser válido por pelo menos 6 meses a partir da data que chegar na Índia e ter duas páginas em branco.
  • Cidadãos de países afetados pela febre amarela devem possuir um cartão de vacinação contra febre amarela quando chegarem na Índia, caso contrário ficarão de quarentena por 6 dias. Veja os países afetados pela febre amarela aqui
  • Solicitantes devem chegar utilizando o mesmo passaporte com o qual solicitaram o e-Visa médico indiano.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós

Perguntas Frequentes

O e-Visa médico indiano é um documento oficial que fornece autorização para viagens para e dentro da Índia. O motivo da viagem deve ser médico e o tratamento deve ser recebido em um hospital reconhecido/com reputação ou em um centro de tratamento na Índia.

Nós necessitamos dos seguintes itens para enviar sua solicitação:

  • Hospital Letter

  • Applicant Photo

  • Passport Personal Details Scan

  • Last Page of Passport (se aplicável)

COMO TIRAR A FOTO PERFEITA PARA O SEU VISTO: Assista ao nosso vídeo

COMO TIRAR FOTOS PERFEITAS DOS DOCUMENTOS REQUERIDOS: Assista ao nosso vídeo

O custo do e-Visa médico indiano pode ser de US$27, US$51,50 ou US$102,50, dependendo da sua nacionalidade. Você pode usar nosso verificador de visto no topo da página para determinar o custo para sua nacionalidade específica. Além disso, existe uma taxa de serviço de 45 dólares para o processamento padrão. Para os processamentos expresso e super expresso, a taxa de serviço é de 75 e 110 dólares, respectivamente.

Isso depende do método de processamento que você escolher. Nós oferecemos três opções:

1.Processamento padrão: 4 dias úteis. 2.Processamento expresso: 3 dias úteis. 3.Processamento super expresso: 2 dias úteis.

O e-Visa médico indiano é válido por 120 dias após a emissão. Isso quer dizer que você deve entrar na Índia dentro deste período.

IMPORTANTE: O governo da Índia permite uma estadia máxima de 60 dias após a data de chegada no país. Tenha em mente que se quiser entrar uma segunda vez no país, terá que ser dentro destes 60 dias.

Seu passaporte deve ser válido por pelo menos 6 meses a partir da data de chegada na Índia e pelo menos duas páginas em branco.
É permitido que você solicite 2 e-Visas dentro de um ano do mesmo calendário (janeiro – Dezembro)
Depois de aprovado, você receberá seu e-Visa por e-mail. Ele deve ser apresentado ao entrar na Índia.
Depois que receber o seu e-Visa médico aprovado, você deve imprimir pelo menos uma cópia do documento e apresenta-lo para as autoridades de fronteira ao chegar na Índia, juntamente com o mesmo passaporte utilizando para fazer a solicitação pela internet. É recomendado que você mantenha uma cópia do e-Visa contigo a todo o momento durante a sua estadia.
A estadia máxima permitida é de 60 dias por visita.
Depende. A Índia pedirá por comprovantes de vacinação contra a febre amarela se você vier de um país com riscos de febre amarela. É possível ver mais informações aqui
O período de validade do seu de e-Visa se inicia na data que você especificou no seu documento de e-Visa médico. Você pode entrar na Índia em qualquer data dentro do período de validade.
O e-Visa médico indiano é válido para entrar através de 26 aeroportos específicos (ou seja, Ahmedabad, Amritsar, Bagdogra, Bengaluru, Calicut, Chennai, Chandigarh, Cochin, Coimbatore, Delhi, Gaya, Goa, Guwahati, Hyderabad, Jaipur, Kolkata, Lucknow, Madurai, Mangalore, Mumbai, Nagpur, Pune, Tiruchirapalli, Trivandrum, Varanasi e Vishakhapatnam) e 5 portos marítimos específicos(ou seja, Cochin, Goa, Mangalore, Mumbai e Chennai). No entanto, os viajantes podem deixar a Índia de qualquer um dos Postos de Checagem de Imigração (iCPs) autorizados.
O e-Visa médico indiano permite que você entre no país 3 vezes, o que quer dizer que você pode deixar a Índia 3 vezes durante esse período de 120 dias.
A Índia pode ainda ser um país em desenvolvimento, mas já tem setores em pleno funcionamento. Enquanto há instituições estatais muito bem geridas, outras precisam de melhorias. Talvez você já saiba que a Índia é um país conhecido pelo turismo médico. Pode ser difícil de acreditar, mas esse tipo de turismo é uma indústria que rende bilhões de dólares para o país. Os números mostram que os visitantes da Índia irão gastar até 7.000.000.000 de dólares até o ano de 2020. O motivo da procura por procedimentos médicos no país é o baixo custo, é claro. Como você pode imaginar, o custo da saúde é muito mais barato lá do que nos Estados Unidos, por exemplo. Além disso, suas chances de obter a mesma qualidade nos serviços são bastante elevadas. Assim, em vez de gastar centenas de milhares de dólares nos EUA para um procedimento médico, as pessoas vão para a Índia e gastam apenas dezenas de milhares. É uma diferença bastante significativa, não acha? Ainda que estejamos falando de um país em desenvolvimento, saiba que a Índia já conta com equipamentos médicos de ponta em alguns dos seus hospitais. Além da tecnologia, os recursos humanos são muito importantes. Os médicos de hospitais conhecidos pelo turismo médico são extremamente educados e treinados em países ocidentais, como o Reino Unido ou Estados Unidos. Basicamente, você recebe mesmo tratamento por um custo muito menor. É assim na maioria dos casos. Apenas para retratar a diferença, tratamentos médicos na Índia são mais ou menos dez vezes mais baratos do que nos Estados Unidos ou no Reino Unido. Muitos buscam a medicina alternativa no país, mas você também pode usar a saúde da Índia para cirurgias de quadril, bypass cardíaco, cirurgia ocular, e transplantes de medula óssea. Acredite ou não, a Índia é um dos melhores países quando se trata de cirurgias cardíacas. Assim, se você tiver problemas cardíacos que demandam uma cirurgia, mas não pode pagar o tratamento em seu país de origem, sua melhor opção é voar para lá. O turismo médico funciona e milhares de pessoas recorrem a ele todos os anos. A primeira preocupação que as pessoas têm é a qualidade dos cuidados oferecidos. Afinal, estamos falando de um país em desenvolvimento e de baixos custos. Isso pode fazer com que muitos pensem em baixa qualidade, mas este não é sempre o caso. A Índia tem 33 hospitais credenciados pela JCI, mas, quando o assunto é cuidado médico, você quer ir até Chennai. A cidade abriga os hospitais mais visitados por estrangeiros. De acordo com as estatísticas, o Chennai tem 12.500 leitos hospitalares e cerca de metade dos ocupantes são estrangeiros. Os hospitais estão muito bem equipados e o pessoal é altamente qualificado. Antes de verificar um hospital, uma das coisas mais importantes é encontrar o médico certo e a instituição certa. Essa combinação pode fazer a diferença entre um tratamento bem ou mal sucedido. Embora possa parecer superficial para alguns, a combinação médico/hospital é crucial. Afinal, nem todos os hospitais são especializados em determinadas questões de saúde. O mesmo vale para os médicos. O ponto é que o processo de encontrar o hospital e o médico corretos pode levar mais tempo do que você pensa. E uma vez que você consiga, haverá um processo demorado que envolve muitos e-mails. Sem mencionar as cartas médicas e outras comunicações. Porém, comunicação não deve ser um problema. Não falar hindu não irá atrapalhar em nada sua interação com os indianos. A maioria dos funcionários de hospitais fala inglês. Além disso, muitos estudaram no exterior, em países falantes do inglês. O governo da Índia notou o fenômeno do turismo médico em seu país, razão pela qual simplificou o processo de estrangeiros entrando no país para fins médicos. Antes dessa questão se resolver, o processo de entrar no país era bem complicado. O tempo de espera era longo e o processo era entediante. No entanto, com as mudanças, você pode obter qualquer documento necessário em dois dias. Os requisitos são muito fáceis de atender. O objetivo da mudança foi focar na saúde e não na burocracia. Embora isso não resolva muitas questões, o esforço do governo deve ser elogiado. Acredite ou não, muitas pessoas são desencorajadas por processos muito complicados de aquisição de documentação. No fim das contas, a questão mais importante é se você iria até a Índia caso tivesse uma situação clínica que exija tratamentos caros. Sinceramente, não há motivo para não fazer isso. Os hospitais são bem equipados, a equipe é bem treinada e faz pouca diferença o local onde você recebe o tratamento. Além disso, não faz sentido ir à falência se você pode pagar muito mais barato pelos mesmos cuidados médicos. Faz sentido, certo? Muitas pessoas têm pensamentos equivocados sobre a Índia. Sim, o país tem seus problemas, mas você certamente se surpreenderá com a qualidade de seus hospitais. O turismo médico deles não ficou famoso atoa; suas instalações são bem mais do que satisfatórias. E tudo por um custo muito menor.