É muito simples obter um visto de turista para a Índia online (eVisa)

 
   
 
 
 
     
 

Saiba mais: eVisa de Turista

Em novembro de 2014, o governo da índia iniciou o uso de vistos pela internet para turistas (e-Visa) para 43 países. Isso foi feito para incentivar as viagens para a Índia, uma vez que os viajantes não precisavam mais visitar a embaixada para conseguirem um visto. Em 2015, a Índia lançou o programa para os maiores países mundiais. Em abril de 2017, o programa de e-Visa foi reformulado, introduzindo-se subcategorias para turistas, viagens a negócio e visitas médicas.

No momento, viajantes de mais de *160 países podem solicitar o e-Visa médico, de negócios ou de turista, dependendo do motivo da sua viagem. Eles solicitam, pagam uma taxa pela internet e recebem o seu visto eletrônico antes de viajarem para a Índia. O processo é bem simples!

O e-Visa é um documento oficial que permite a entrada e a viagem dentro da Índia. Solicitantes receberão seus vistos de negócios por e-mail, depois de preencher o formulário de solicitação com a informação necessária e assim que o pagamento pelo cartão de crédito for completado.


Lembrete: Todos os vistos existentes, emitidos por moradores de quaisquer países, estão suspensos até 15 de abril de 2010, como medida de prevenção do governo da Índia para lidar com o COVID-19.

Documentos necessários para o processo
  • Applicant Photo

  • Passport Personal Details Scan

  • Last Page of Passport (se aplicável)

Instruções importantes
  • O e-visa indiano de turista permite múltiplas entradas na Índia.
  • Apesar de o e-Visa indiano ser de múltiplas entradas, é importante perceber que o e-Visa de turista pode ser usado no máximo duas vezes por ano, entre janeiro e dezembro.
  • O e-Visa indiano de turista é válido por 365 dias após a emissão. Você pode entrar na Índia em qualquer data dentro deste período. Caso você faça a solicitação fora desse período de 365 dias, o iVisa fornece um serviço especial que garante que a sua solicitação seja processada na data correta. Isso permite que os viajantes façam a solicitação a qualquer momento.
  • O titular do visto não pode ficar no país por mais de 90 dias corridos.
  • O solicitante deve carregar uma cópia do visto indiano contigo durante a viagem.
  • O e-Visa indiano de turista é válido para a entrada através de 28 aeroportos designados (ou seja, Ahmedabad, Amritsar, Bagdogra, Bengaluru, Calecute, Chennai, Chandigarh, Cochim, Coimbatore, Delhi, Gaya, Goa, Guwahati, Hyderabad, Jaipur , Calcutá, Lucknow, Madurai, Mangalore, Bombaim, Nagpur, Pune, Tiruchirapalli, Trivandrum, Varanasi e Vishakhapatnam) e 5 portos designados (ou seja, Cochim, Goa, Mangalore, Mumbai, Chennai). No entanto, os viajantes podem sair de qualquer um dos Postos de Verificação de Imigração (ICPs) autorizados na Índia.
  • O e-Visa indiano não é estendível.
  • O seu passaporte deve ser válido por pelo menos 6 meses a partir da data que chegar na Índia e ter duas páginas em branco.
  • Se irá ficar no aeroporto, você não precisa de um visto.
  • Cidadãos de países afetados pela febre amarela devem possuir um cartão de vacinação contra febre amarela quando chegarem na Índia, caso contrário ficarão de quarentena por 6 dias. Veja os países afetados pela febre amarela aqui
  • Solicitantes devem chegar utilizando o mesmo passaporte com o qual solicitaram o e-Visa indiano de negócios.

Depoimentos
Nossos clientes tem ótimas histórias sobre nós

Perguntas Frequentes

O e-Visa indiano de turista é um documento oficial que fornece autorização para viagens para e dentro da Índia e é vinculado eletronicamente ao seu passaporte.

Nós necessitamos dos seguintes itens para enviar sua solicitação:

  • Applicant Photo

  • Passport Personal Details Scan

  • Last Page of Passport (se aplicável)

COMO TIRAR A FOTO PERFEITA PARA O SEU VISTO: Assista ao nosso vídeo

COMO TIRAR FOTOS PERFEITAS DOS DOCUMENTOS REQUERIDOS: Assista ao nosso vídeo

O custo do e-Visa indiano de turista pode ser de US$27, US$51,50 ou US$102,50, dependendo da sua nacionalidade. Você pode usar nosso verificador de visto no topo da página para determinar o custo para sua nacionalidade específica. Além disso, existe uma taxa de serviço de 35 dólares para o processamento padrão. Para os processamentos expresso e super expresso, a taxa de serviço é de 65 e 100 dólares, respectivamente.
Isso depende do método de processamento que você escolher. Nós oferecemos três opções:
  1. Processamento padrão: 96 horas.
  2. Processamento expresso: 72 horas.
  3. Processamento super expresso: 48 horas.

O e-Visa indiano de turista é válido por 120 dias após a emissão. Isso quer dizer que você deve entrar na Índia dentro deste período.

IMPORTANTE: O governo da Índia permite uma estadia máxima de 60 dias após a data de chegada no país. Tenha em mente que se quiser entrar uma segunda vez no país, terá que ser dentro destes 60 dias.

O e-Visa indiano permite que você entre duas vezes no país, com uma estadia máxima de 60 dias por visita.

Não. O e-Visa pode ser usado somente nos seguintes aeroportos:

  • Ahmedabad, Amritsar, Bagdogra, Bengaluru, Calicut, Chennai, Chandigarh, Cochin, Coimbatore, Delhi, Gaya, Goa, Guwahati, Hyderabad, Jaipur, Kolkata, Lucknow, Madurai, Mangalore, Mumbai, Nagpur, Pune, Tiruchirapalli, Trivandrum e Varanasi.

E em 3 portos:

  • Cochin, Goa e Mangalore.
Sim. O e-Visa de turista pode ser utilizado somente por passageiros chegando na Índia pelos seguintes portos:
  • Cochin, Goa e Mangalore.
Sim, todo mundo precisa possuir um e-Visa independentemente da idade.
Depende. A Índia pedirá por comprovantes de vacinação contra a febre amarela se você vier de um país com riscos de febre amarela. É possível ver mais informações aqui
Você não precisa de um visto (e-Visa ou outro) se você está passando pela Índia e não irá deixar a área de trânsito ou passar pela alfândega.
Um e-Visa indiano de turista é destinado somente para recreação, passeio e visitas casuais (encontrar amigos ou parentes. Nenhuma outra atividade (trabalho, estudo, etc...) é permitida com um e-Visa de turista.
O e-Visa não está disponível para titulares de passaportes oficiais/diplomáticos ou documentos de viagem Laissez-passer. Isso também inclui solicitantes que possuem passaporte de emergência/limitado.
Sim, uma vez que ele precisa ser apresentado na chegada. Quando o seu e-Visa for aprovado, nós enviaremos para você um e-mail do governo da Índia com os detalhes do seu e-Visa de turista. Nesse e-mail estarão inclusos o número e validade do seu visa e a identidade da sua solicitação. Nós sugerimos que os viajantes imprimam essa confirmação e mantenham uma cópia junto ao passaporte. Você pode possuir uma cópia simples e fornecer as informações ao oficial de imigração e à companhia aérea ao chegar.
Os seguintes países são elegíveis para solicitar um e-Visa:
  • Albânia, Andorra, Angola, Anguila, Antígua e Barbuda, Argentina, Armênia, Aruba, Austrália, Azerbaijão, Bahamas, Barbados, Bélgica, Belize, Bolívia, Bósnia e Herzegovina, Botsuana, Brasil, Brunei, Bulgária, Burundi, Camboja, República da União Cameron, Canadá, Cabo Verde, Ilha Cayman, Chile, China, China Hong Kong, China, SAR Macau, Colômbia, Comores, Ilhas Cook, Costa Rica, Costa do Marfim, Croácia, Cuba, Chipre, República Checa, Dinamarca, Djibuti, Dominica, República Dominicana, Timor Leste, Equador, El Salvador, Eritréia, Estônia, Fiji, Finlândia, França, Gabão, Gâmbia, Geórgia, Alemanha, Gana, Grécia, Granada, Guatemala, Guiné, Guiana, Haiti, Honduras Hungria, Islândia, Indonésia, Irã, Irlanda, Israel, Itália, Jamaica, Japão, Jordânia, Cazaquistão, Quênia, Kiribati, Quirguistão, Laos, Letônia, Lesoto, Libéria, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Madagascar, Malaui, Malásia, Mali , Malta, Ilhas Marshall, Maurício, México, Micronésia, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Montenegro, Monserrate, Moçambique, Myanmar, Namíbia, Nauru, Holanda, Nova Zelândia, Nicarágua, Níger, Ilha Niue, Noruega, Omã, Palau, Palestina, Panamá, Papua-Nova Guiné, Paraguai, Peru, Filipinas, Polônia, Portugal, República da Coréia República da Macedônia, Romênia, Rússia, Ruanda, São Cristóvão e Névis, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Samoa, São Marinho, Senegal, Sérvia, Seychelles, Serra Leoa, Cingapura, Eslováquia, Eslovênia, Ilhas Salomão, África do Sul Espanha, Sri Lanka, Suriname, Suazilândia, Suécia, Suíça, Taiwan, Tajiquistão, Tanzânia, Tailândia, Tonga, Trinidad e Tobago, Ilhas Turks e Caicos, Tuvalu, Emirados Árabes Unidos, Uganda, Ucrânia, Reino Unido, Uruguai, EUA, Uzbequistão, Vanuatu, Cidade do Vaticano-Santa Sé, Venezuela, Vietnã, Zâmbia e Zimbábue.

A Índia requer que você faça a solicitação dentro de 120 dias da data pretendida de chegada. No entanto, você pode solicitar conosco a qualquer momento, uma vez que nós colocamos seu pedido na fila até que esteja na época certa para processar a sua solicitação.

Também é recomendado que você faça sua solicitação com pelo menos 4 dias de antecedência para evitar imprevistos.

É permitido que você solicite 2 e-Visas dentro de um ano do mesmo calendário (janeiro – Dezembro)
Não, a duração da estadia não pode ser estendida.
A Índia é um dos principais destinos do mundo. Você provavelmente já ouviu muita gente dizendo que ela está em sua lista de países a visitar. Os motivos variam bastante. Alguns só querem visitar o Taj Mahal, enquanto outros buscam a atmosfera espiritual da Índia. Independente do motivo, a índia é definitivamente um país que vale a pena visitar ao menos uma vez na vida, e não apenas por causa do Taj Mahal. Sim, o Taj Mahal é o maior símbolo de amor já construído, mas o país é muito mais do que isso. Para começar, a Índia é um país muito espiritual. Há templos por toda parte e eles não são todos construídos para a mesma divindade. Como você provavelmente já sabe, os indianos são politeístas, o que significa que eles adoram vários deuses. Isso não é importante, mas, se você visitar vários templos, notará a diferença de estilo. Esse é o primeiro sinal de que o templo que você está visitando foi erguido para uma divindade diferente. Os templos não são o único sinal da espiritualidade local. Os indianos têm muitos festivais e rituais. Você não tem que necessariamente acreditar em seus deuses, ou mesmo em um Deus. Não há qualquer problema em ser ateu. No entanto, a espiritualidade da Índia transcende esses conceitos. Testemunhar seus rituais e festivais religiosos move algo dentro das pessoas. Você ficará arrepiado e provavelmente experimentará sensações até então desconhecidas. Isso acontece muito com os visitantes. Mesmo os ateus podem apreciar a beleza dos rituais religiosos indianos. As procissões são muito coloridas o povo cria uma atmosfera emocionante. É uma coisa maravilhosa de testemunhar. Ao visitar a Índia, não se esqueça dos ashrams. Trata-se de templos isolados nas montanhas. Esses templos são isolados porque não pode haver barulho próximo a eles. Um Ashram prima pelo relaxamento, serenidade, meditação, ioga e outras coisas do tipo. Não se pode fazer nada disso com muito barulho por perto, não é? Muitas pessoas vão até a Índia para visitar esses templos. Alguns querem paz e sossego, enquanto outros estão em uma jornada de auto-conhecimento. Os monges são muito amigáveis, sua comida é saborosa e você sempre pode experimentar algo novo. Caso já não saiba, você pode aprender a fazer um pouco de ioga ou meditar. Você será positivamente surpreendido pelo povo da Índia. São pessoas muito sociáveis e hospitaleiras. Você pode até contratar um habitante para lhe mostrar a cidade. Em alguns casos, os habitantes são melhores do que guias turísticos, pois conhecem cada rua e segredo do local. Além disso, seu dinheiro pode acabar indo para uma pessoa que precisa mais dele. Os moradores ficarão felizes em recebê-lo em sua casa e colocá-lo em sua mesa. Mesmo que não tenham muito, eles acreditam no karma. Você deve saber a diferença entre um guia turístico e um habitante local. É claro que um habitante pode ter mais lugares para mostrar, mas seu inglês pode não ser tão bom, assim como seu conhecimento de história. É uma questão de decidir o que mais lhe interessa no passeio. A paisagem ou a história. Você já deve ter ouvido coisas ruins sobre a índia. Algumas delas são verdadeiras e outras não. Um aspecto muito importante é a higiene. Muitos locais na Índia não são higiênicos e você jamais deve beber água da torneira. Sempre compre água mineral. Os restaurantes também são uma preocupação. Sua melhor defesa é pesquisar antes de viajar. Você pode encontrar bons restaurantes, que não terão nenhum problema de higiene que pode levar a um de saúde. Essa é uma realidade da qual você deve estar ciente, embora seja triste. Você verá muitos povos indianos que se banham no Rio Gange. Não recomendamos que você faça o mesmo. O povo de lá desenvolveu imunidade às doenças locais, o que não é o seu caso. E o Gange não é o rio mais limpo que você já viu. Você pode ver carcaças flutuantes de vacas e até mesmo de pessoas. Sem mencionar que o rio é bastante poluído. Ou seja, definitivamente não é uma boa ideia se banhar lá. Você pode pegar várias doenças e certamente não gostaria que algo assim arruinasse sua viagem. Se templos e atrações religiosas não são para você, saiba que também há resorts de luxo no local. Você pode passar 7 dias em uma praia de areia branca, sem uma preocupação no mundo. A comida dos resorts de luxo é boa e você não precisa se preocupar com questões sanitárias. Além disso, superlotações não são um problema, o que certamente é uma questão na índia. Fora isso, você se divertirá muito no país. A índia tem seus próprios prós e contas, assim como todo país no mundo, mas é certamente um local que vale a pena visitar. Não há limitações sobre o que você pode visitar e são muitos os lugares a escolher. É impossível não encontrar algo que você goste na Índia.